terça-feira , 30 novembro 2021

Academias ao Ar Livre: Bem estar e lazer aos cacequienses

Academias ao Ar Livre: Bem estar e lazer aos cacequienses
Cacequi

A Administração Municipal de Cacequi, preocupada com o bem estar da população, aderiu ao projeto das Academias ao Ar Livre, projeto este que foi estabelecido pelo estado do Rio Grande do Sul no início do ano de 2013.
O projeto no município é dividido em dois polos, o primeiro, chamado de Polo 1 acontece no BOTTON, Maria Nora (próximo ao ESF), HUMAITÁ (próximo ao Estádio Municipal, REGIÃO CENTRAL (próximo ao Ginásio Municipal). O segundo chamado de Polo 2 é realizado no Albino Portella (próximo ao ESF Povo Novo), REGIÃO CENTRAL (próximo ao Hotel Gaúcho), VILA CRUZEIRO (próximo à Escola Candido José Vaz).
As academias ao Ar Livre funcionam de segunda à sexta-feira, com uma carga horária de 20 horas semanais, sendo que as atividades são realizadas no turno da manhã. Cada profissional distribui seus horários nos polos.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cacequi, os monitores são divididos em 2 polos:
Polo 1: BOTTON, HUMAITÁ e GINÁSIO. Educadora física Micheli Vieira e Psicólogo Fabricio Quartieri.
Polo 2: PORTELLA, HOTEL e VILA CRUZEIRO. Educadoras físicas Camila Adolpho e Iara Carolina Rozado.
Para participar das atividades, inicialmente é realizado um cadastro dos pacientes encaminhados pela ESF e voluntários, posteriormente os usuários são inseridos nos grupos e passam a ter suas atividades monitoradas pelos profissionais, levando em conta suas singularidades e potencialidades. Ainda é realizado em trabalho com o sistema de referência direto da clínica de fisioterapia, onde são encaminhados pacientes pós-alta para dar continuidade ao tratamento.
São atendidos cerca de 50 usuários, durante o período de inverno, com um aumento gradativo de participantes a medida que  muda a estação com o aumento da temperatura, chegando ao número de 100 usuários.
A administração busca o bem estar físico e mental da população, através de práticas realizadas com profissionais capacitados e, equipamentos adequados em espaços ao ar livre, incentivando a população a prática da atividade física.
Essa prática das atividades ao ar livre vem ao encontro da política de atenção básica nos princípios de prevenção e promoção da saúde, inserindo no cotidiano dos usuários o hábito de se exercitar, trazendo por consequência o melhoramento da qualidade de vida.

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top