segunda-feira , 26 junho 2017

Teve início a segunda etapa da vacinação contra febre aftosa

Teve início a segunda etapa da vacinação contra febre aftosa

Na terça-feira, 1º, foi realizada a abertura da segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul. A ação de imunização de todos os bovídeos – bovinos e bubalinos – acontecerá até o dia 30 de novembro nas propriedades rurais.
Os animais vacinados na primeira etapa, realizada no mês de maio com a vacinação de bovídeos de zero a 24 meses, também devem ser vacinados na segunda etapa. O rebanho estimado é de 10,6 milhões de cabeças.

Nos Estados do AC, AL, AM, CE, ES, MA, MT, PA, PB, PR, PE, PI, RN e SP, todo o rebanho bovino e bubalino deverá ser imunizado. Na BA, GO, MS (exceto no Pantanal), MG, RJ, RS, SE e TO, além do Distrito Federal, a aplicação da dose de novembro é obrigatória apenas para os animais com até 24 meses de idade.
O Ministério da Agricultura informa que o pecuarista precisa pegar a nota fiscal da vacina com o fornecedor do produto e apresentá-la ao serviço veterinário oficial do município com a relação dos animais imunizados para declarar a vacinação. Deve ainda ter cuidado com o transporte e armazenamento da vacina, a qual precisa ser colocada na temperatura de 2 a 8 graus para não perder a eficácia.
A aplicação da dose correta do produto (5 ml), deve ser feita na lateral do pescoço do animal, usando seringas e agulhas limpas e não danificadas ou tortas. O produtor deve ficar atento aos prazos da vacinação e sua declaração no serviço veterinário, pois o descumprimento impedirá a emissão de Guia de Trânsito Animal e pode gerar multas.
vacinacao

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top