sexta-feira , 24 maio 2019

Mudanças no Trânsito começam a valer nesse domingo,17, em Santiago

Esta semana o jornal A Folha conversou com o secretário de Obras, Haroldo Pouey e também com o Engenheiro Civil, responsável pelo estudo do trânsito, no qual ocorrerão mudanças a partir de domingo, 17, Matheus Neis. Na oportunidade foram respondidas perguntas para um melhor entendimento da população sobre o que mudará.

Ruas Getúlio Vargas e General Neto – A partir da Bento Gonçalves (esquina do Posto do Macarrão), no sentido centro/bairro, o motorista vai trafegar por 12 quadras em mão única até a rótula em frente da Assembleia de Deus, no Bairro Vila Nova. Seguirá mão dupla um trechinho de meia quadra da Getúlio, entre a sinaleira da esquina da Barão do Ladário até o triângulo da praça do QG, permitindo fluxo para subir a Júlio de Castilhos.

Tito Beccon – A partir do cruzamento com a Felipe Lopes (esquina da CDA e Convexo Pizzaria), o motorista só vai poder trafegar em mão única no sentido centro até encontrar com a Bento Gonçalves.

General Canabarro – A partir da Bento Gonçalves (esquina da loja Ano Luz), o motorista que trafegar na General Canabarro seguirá em mão única sentido centro-bairro, rumo à Felipe Lopes.

13 de Maio, Neri Peixoto e Flores da Cunha – Há alterações previstas também em pequenos trechos, que passam a ser mão única: em duas quadras da 13 de Maio, entrando pela Duque de Caxias e indo até a Bento Gonçalves; em duas quadras da Neri Gomes Peixoto para quem dobrar da Bento Gonçalves em direção à Duque de Caxias. E em três quadras da Flores da Cunha, para o motorista que entrar pela Duque de Caxias em direção à Silveira Martins. Essas modificações vão dar mais fluidez ao trânsito e garantir a segurança de motoristas e pedestres. 

Fale sobre o estudo feito nas ruas onde haverá mudanças:

Desde 2012, nós viemos fazendo o estudo constante sobre o trânsito geral da cidade. Questões como conflitos, número de acidentes, quantidade de veículos, enfim um estudo completo sobre o trânsito de Santiago.

Essas questões vêm sendo monitoradas e estudadas durante um bom tempo e agora chegamos a conclusão de que esta mudança se faz necessária em função da quantidade de veículos que, nos últimos três anos, aumentou de 25 mil registros para mais de 30 mil. Houve também um aumento significativo do número de motocicletas devido a mudanças econômicas e à aquisição de mais veículos pelas pessoas.

Esses fatores indicaram uma necessidade de mudança, visto que, uma das primeiras alterações que se faz em engenharia de trânsito, dependendo do número de veículos, é a transformação de vias em mão única. Esse processo já foi realizado há alguns anos em Santiago, nas Ruas Bento Gonçalves e Pinheiro Machado, e agora chegou a vez das ruas centrais, Getúlio Vargas, Tito Beccon, General Canabarro, Treze de Maio, Neri Gomes Peixoto e Flores da Cunha, fruto de um estudo e principalmente de um estudo que vem sendo feito no trânsito da nossa cidade.

Como ficam as sinaleiras que estão nestas ruas?

As sinaleiras existentes não se alteram, embora, por exemplo, na sinaleira do cruzamento da Rua Barão do Ladário com Getúlio Vargas, o sentido bairro-centro não existirá mais, porém a sinaleira em si continuará no local, apenas uma via não será mais atendida por ela. Certamente teremos que fazer uma modificação no tempo da sinaleira, pois o número de veículos que circula na Barão do Ladário com intenção de conversão à esquerda em direção à Júlio de Castilhos será maior, por isso uma alteração no tempo da sinaleira será necessária.

Caso semelhante será da sinaleira do cruzamento das Ruas Tito Beccon com Pinheiro Machado, em que a mesma permanece, porém será realizada uma pequena modificação no tempo da sinaleira, visto que o sentido Bento Gonçalves em direção a Pinheiro Machado deixará de existir.

Por fim, a sinaleira do cruzamento entre Ruas Tito Beccon e Barão do Rio Branco também permanece, essa sem necessidade de alteração de tempo, pois o fluxo de veículos ficará todo ele na Tito Beccon, onde o tempo já é adequado para essa via.

A guarda municipal fará acompanhamento a partir de domingo, como forma educativa, para auxiliar os motoristas com as mudanças?

A Guarda Municipal, durante toda essa primeira semana, fará o acompanhamento muito próximo dos locais onde o trânsito sofrerá alterações e, neste primeiro momento, atuará como uma guarda de recomendação, de orientação, para que os motoristas rapidamente se acostumem com essas modificações. Então, no primeiro momento, ela atuará com finalidade orientativa de trânsito, para que depois sim, inicie as autuações.

Em sua opinião, comente se estas mudanças podem trazer transtornos iniciais e, o que deve ser feito, por parte dos motoristas e pedestres para evitar acidentes:

Não acreditamos que irão acontecer transtornos iniciais. Embora seja uma alteração bastante significativa, estará muito bem sinalizada, com todas as placas indicativas. Além disso, já viemos falando nessa modificação há um bom tempo e temos certeza que o trânsito irá melhorar significativamente, será muito importante esta alteração de trânsito, vindo para melhorar o fluxo e evitar conflitos nas esquinas. A mudança se deu também em função de muitos conflitos e pequenos acidentes, que embora não tivessem vítimas, geravam danos materiais. Basta ver os dados que foram levantados, como, por exemplo, a Rua Tito Beccon, que tem grande número de acidentes ou quase acidentes. Com a alteração que está sendo implantada, haverá uma diminuição de conflitos, quando os motoristas chegarem nas esquinas terão apenas um lado para olhar e não mais dois lados como atualmente, gerando maior facilidade e segurança para os mesmos.

Existe a possibilidade de mudanças em outras ruas? Quais?

O trânsito de qualquer cidade brasileira é muito dinâmico, precisa ser sempre acompanhado e monitorado. Então, certamente poderão haver novas mudanças em outras ruas, porém, com certeza será avisado para a população no momento certo, na hora que for necessário. Existem constantes modificações no trânsito e junto destas, são realizados os estudos pela Secretaria Municipal de Obras e Guarda Municipal, possibilitando tomadas de decisões corretas em momentos ideais, como está sendo feito agora.

Considerações finais:

Temos a certeza de que, pelos levantamentos realizados e acompanhamento do nível de acidentalidade que existe nas ruas que sofrerão alteração neste momento, o trânsito nas ruas centrais e como de resto terá uma melhora significativa. Também temos certeza de que o acompanhamento da Guarda Municipal, dos engenheiros da Secretaria de Obras e Viação, da comunidade em geral, dos órgãos que nos orientam e ajudam na análise do trânsito, como empresários, sociedade civil e Conselho Municipal de Trânsito, tornará uma cidade melhor tanto para pedestres quanto para motoristas, e que o monitoramento e possível correções poderão ser realizadas para que o processo seja efetivo.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top