sexta-feira , 22 outubro 2021

A origem do Dia de Finados

Dia 02 de novembro, em grande parte dos países ocidentais, ocorre um dos mais importantes rituais religiosos da tradição cristã católica, que é o Dia de Finados. A data tem comoprincipal objetivo relembrar a memória de entes queridos quejá partiram, rezar pela alma deles, pois, de acordo com a doutrina da Igreja Católica, a alma da maioria dos mortos está no Purgatório passando por um processo de purificação. Por essa razão, acredita-se que a alma necessita de orações dos vivos para que intercedam a Deus pelo sofrimento que as aflige. Por conta disto, o Dia de Finados era conhecido na Idade Média como “Dia de todas as Almas”, pois sucedia o “Dia de todos os Santos” (comemorado em 1º de novembro).
A Origem da data se deu por Odilo (962-1049), o qualse tornou abade de Cluny, em Borgonha, na França, uma das principais abadias construídas no mundo medieval e responsável por importantes reformas no clero no período da Baixa Idade Média. 
No dia 02 de novembro de 998, Odilo instituiu aos membros de sua abadia e a todos aqueles que seguiam a Ordem Beneditina, a obrigatoriedade de se rezar pelos mortos. A partir do século XII, a data se popularizou em todo o mundo cristão medieval como o Dia de Finados, e não somente no meio clerical.
Apesar do processo de secularização e laicização que o mundo ocidental tem passado desde a entrada da Modernidade, o dia 02 de novembro ainda é identificado como sendo um dia específico para se meditar e rezar pelos mortos.

Santiaguenses se preparam para a data
Esta semana, várias pessoas estiveram no Cemitério Municipal para fazer a manutenção nos túmulos de seus entes queridos, tendo em vista o Dia de Finados, o qual será celebrado naquinta-feira, dia 2 de novembro.
Mesmo tendo uma equipe da prefeitura atuando local, para mantê-lo limpo e conservado, ainda há muito que se fazer. A equipe do jornal esteve no Cemitério para acompanhar a movimentação das famílias e verificou que há necessidade de muitos reparos no local, seja por parte de Administração, em realizar a limpeza dos corredores que dão acesso aos túmulos, tirando entulhos e também as famílias devem colaborar, promovendo a manutenção dos túmulos, principalmente aos mais antigos, os quais vão se deteriorando com o passar dos anos.
Na quinta-feira, 02, as pessoas cumprem o ritual de ir até os cemitérios, levam flores para depositar nas lápides em memória dos seus entes que já se foram,alguns levam velas. Além dos túmulos dos familiares, outros dois locais também são muito visitados, a Cruz Mestre e o Túmulo do lendário Russo.

Quem foi Russo
Russo, cujo nome era Joseph Minard, apareceu pelo povoado de Santiago no início dos anos 1930. O Russo foi acusado de assassinato, foi perseguido pela polícia eteria sido preso em meio a um milharal, com a boca cheia de milho. Conforme a história contada, após ser preso ele foi morto, ficando seu corpo exposto em praça pública e, após jogado em vala rasa, aos fundos do cemitério. Populares recolheram o corpo e enterraram. Com o passar dos anos, o “assassino” passou a ser chamado de Santo, sendo reverenciado pela população.
O Dia de Finados movimenta o comércio de flores e velas, muitos vendedores ambulantes comercializam estes materiais em frente ao portão do cemitério municipal, atendendo assim,as necessidades de quem pode somente comprar no local.

Famílias fazem limpezas no cemitério para o Dia de Finados

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top