domingo , 16 junho 2019

BeneVet: cuidando com carinho dos animais

O jornal A Folha entrevistou esta semana para a página empresarial a Veterinária Erika Martins Benevenute Lopes Machado, sócia proprietária do Hospital Veterinário Benevet, que inaugurou na segunda-feira, 07, em Santiago. Erika conta que em 05 de abril de 2017, havia sido criada uma clínica veterinária em uma sala com menos de 70m² e que o sonho de construir um hospital se tornou realidade com a inauguração na segunda-feira.

Ela conta que Bene vem de Benevenute, seu sobrenome, que em italiano quer dizer BEM-VINDO. Também pode-se fazer a referência com bem-estar, principal objetivo da empresa para com os animais. “Hoje é uma sociedade, juntamente com meu irmão Jorge Erik Benevenute Lopes, também Médico Veterinário. Trabalhamos exclusivamente com saúde animal, dispondo da melhor tecnologia de exames e equipamentos e serviços exclusivos em toda região, como Raio-x Digital, Internação, Intensivismo, laboratório próprio, e uma equipe de seis médicos veterinários especializados”, comentou.

Ao ser questionada sobre o que levou a trabalhar no ramo, ela conta que era um sonho de infância. “Por ser criada no interior, sempre convivendo com animais, não imaginava fazer outra coisa. O desenho de empresa foi justamente apostar no novo: saúde animal – sem pet shop, sem estética. Excelência em diagnósticos, tratamentos e cirurgias de tecidos moles, ortopédicas e oftalmológicas. Dispomos de espaços para internação de cães e gatos, separados, em salas climatizadas e monitoradas por câmeras, 24 horas, conta.

A Benevet tem como importante princípio, ser transparente com os clientes, por essa razão todos os exames realizados possuem laudos técnicos assinados e datados por médico veterinário especialista. Oferece todos os serviços que antes o cliente teria que ir a Santa Maria para ser atendido. É o caso dos exames de sangue com resultado em 8 minutos, Raio X Digital, Ecocardiodoppler, internação, isolamento para doenças infectocontagiosas. “Agora não só o atendimento é 24h, mas também o funcionamento, ou seja, o monitoramento de internação não para. Acreditamos que Santiago é uma cidade com porte para oferecer toda essa tecnologia e comodidade ao cliente, sem que precise se deslocar a outra cidade”, destacou.

Sobre projetos a curto e longo prazo, Erika ressalta que primeiramente a ideia é trabalhar de forma incansável e contínua para que mais adiante possam pensar em mais avanços e atender ainda melhor todos os clientes oriundo de toda macro-região, englobando, além de Santiago, São Francisco, São Vicente, Jaguari, Mata, Nova Esperança, São Luiz, Bossoroca, São Borja, Capão do Cipó, Jari, Cacequi, Unistalda.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top