domingo , 20 janeiro 2019

Cabelos Oleosos

Cabelos Oleosos
cabelo-oleoso

Quem tem cabelos oleosos sabe o quanto é ruim lavar os fios e logo depois já estarem oleosos. Esse tipo de cabelo normalmente é gorduroso, pesado, sem volume e fios finos. Mas não se desanime, a oleosidade não é algo ruim, pelo menos não quando ela está em uma quantidade normal. O óleo protege o couro cabeludo evitando a quebra dos fios. O excesso de oleosidade dá-se quando as glândulas sebáceas produzem uma quantidade maior do que o necessário, e podendo ser pior devido ao stress e as alterações hormonais.
E tudo isso acaba gerando a queda de cabelo, uma limpeza correta estimula o metabolismo capilar que são grandes aliados fortes no combate à queda.
Lave seu cabelo em dias intercalados, pois se você costuma lavar diariamente, saiba que a maioria da sua oleosidade pode estar sendo causada por esse hábito. Intercale entre um dia sim, outro dia não, e saiba utilizar os produtos adequados para seu tipo de cabelo. No caso dos shampoos anti-resíduos use somente uma vez na semana para que não cause o efeito rebote. Mantenha os cabelos sempre soltos, evitando boinas, lenços, chapéus, toucas, tudo aquilo que impede a ventilação do couro cabeludo. Use shampoos adstringentes com ph neutro e específicos para cabelos oleosos. Não passe as mãos ou escove muito os cabelos, evite massagens pois estes são hábitos que geram mais oleosidade. Evite a água quente, pois a alta temperatura resseca os fios, estimulando ainda mais a produção de óleo. Ao passar leave-in, condicionadores e máscaras, lembre-se de passar do meio da raiz até as pontas, jamais no couro cabeludo. Cuide sempre para não deixar resquícios dos produtos no cabelo, enxágüe bem após a hidratação.
Evite usar o secador quente muito próximo à raiz, claro, você pode usar o secador, mas, uns 10 centímetros de distância da raiz. Pois o vento quente, produz a estimulação do óleo, além de ressecar suas madeixas.
Para o tratamento da oleosidade, é indicado procurar uma clínica especializada em tratamentos capilares, para que o terapeuta possa analisar seu cabelo. Se a oleosidade é genética, não tem cura, portanto recomenda-se procurar a ajuda de um especialista para controlar esta oleosidade. Quem tem oleosidade sabe que a primeira vítima é a franja, parece que a gordura toda se concentra ali, o jeito mesmo é sair lavando. Quem nunca?

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top