domingo , 16 junho 2019

Centro Clínico e Oncológico do GHS está credenciado a realizar atendimento pelo SUS

O Grupo Hospitalar Santiago – GHS construiu um novo prédio visando atender as demandas ambulatoriais das áreas de Oncologia (Quimioterapia), Endoscopia, Ortopedia e Traumatologia e Clínica Médica. A área fica afastada do corpo do hospital com a finalidade de não cruzar pacientes internos e externos, por isso a denominação de “Centro Clínico”.  Pacientes críticos oncológicos infundirão a medicação em leito nas unidades de internação.

A estrutura conta com uma área de aproximadamente 2.900 m² dividida em 2 pavimentos, no primeiro serão os serviços de Oncologia, Endoscopia e Traumatologia e no segundo os consultórios médicos especializados, destinados  tanto para dar suporte as terapias de apoio aos tratamentos oncológicos quanto para atender diversas áreas de clínica médica em geral. Serão ao todo 16 salas de atendimento.

O projeto foi desenvolvido para adequar-se à infraestrutura existente, priorizando a acessibilidade dos pacientes (acesso pela Rua João Escobar Carpes – rua paralela e da entrada principal) e com modulação que facilita as ampliações futuras. O grande diferencial é a alternativa utilizada para o aproveitamento energético valendo-se de brises vegetais verticais nas fachadas nordeste e sudoeste, visando minimizar custos com climatização e iluminação, transformando os ambientes mais humanizados e confortáveis.

No final da semana passada, o Centro Clínico e Oncológico do GHS, recebeu uma grande notícia, a autorização pelo Ministério da Saúde para atender pacientes do SUS, o que era aguardado com muita ansiedade por todos os santiaguenses e também pela região.

A portaria que habilita o GHS como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia foi publicada no dia 9 de maio no Diário Oficial da União.

O Centro Clínico e Oncológico foi o maior investimento do hospital nestes últimos anos, ultrapassando os R$ 10 milhões. A inauguração ocorreu em 2018, porém, muito antes, a direção da instituição já buscava o cadastramento junto ao SUS. A partir de agora, pacientes com Câncer em Santiago, na região e até de outros municípios do Estado poderão ser tratados via SUS no Grupo Hospitalar Santiago.

“O atendimento deve acontecer dentro de alguns dias, a direção do hospital está em trâmites com a Secretaria Estadual de Saúde para a confecção do contrato e então poder começar os atendimentos. Buscávamos há um ano o credenciamento e tivemos dificuldade para conseguir, já que o grau de exigência era muito complexo, agora estamos habilitados”, destacou o administrador do GHS, Ruderson Mesquita.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top