quarta-feira , 27 outubro 2021

CES terá nova presidência

CES terá nova presidência
mauro-1

Treinamento de pessoal será um dos objetivos da nova equipe

No dia 03 de dezembro, acontecerá a posse da nova diretoria do CES – Centro Empresarial de Santiago. Assume a presidência, o atual vice, Mauro Maronez, o qual concedeu entrevista ao jornal A Folha, para falar sobre seus projetos para o ano de 2017.
Mauro, que já estava trabalhando no CES, agora tem um grande desafio pela frente, juntamente com os demais participantes da diretoria. De acordo com Mauro, a ideia durante sua atuação, e que já vinha sendo estudada é a questão de treinamento de pessoal, que de acordo com o empresário, está bem deficiente. Para Mauro, o cliente precisa ser bem atendido e, para isso, há necessidade de palestras e treinamento aos colaboradores das empresas.
Enquanto esteve na vice presidência, juntamente com Sadi Gioda, atual presidente, muitos trabalhos foram realizados, em prol da classe empresarial e da comunidade santiaguense. Mauro, que também é empresário, no ramo de alimentação, possui a empresa Tokyo Sushi, anteriormente, atuou frente ao CNA Inglês Definitivo, como diretor da instituição. Toda esta bagagem, conhecimento que vem adquirindo através de suas experiências profissionais, mostra o potencial que o jovem empresário tem para fazer ainda mais pelo CES, agora como presidente.
O ano de 2017 vai ser para a nova diretoria que irá assumir, um grande desafio, porque será o ano de realização da FECOARTI, além disso, a equipe irá continuar com o bom trabalho que já vem sendo realizado, com a Agência de Desenvolvimento, Sindilojas, Fecomércio, mostrando que Santiago tem potencial e por isso é referência no país.
Ao ser questionado sobre as feiras itinerantes, que acontecem em Santiago, de forma desleal, em relação ao comércio local, Mauro destaca que está é uma questão complicada, porque não se pode barrar a vinda deste tipo de comércio, a ideia é que se dificulte através de leis municipais mais brandas. Outro ponto destacado por Mauro, é que a população precisa se conscientizar, evitar de comprar de feiras itinerantes e investir no comercio local, apoiando as empresas e assim, fazendo com que gire dinheiro dentro do município.
O jornal A Folha também conversou com o atual presidente que deixará a sua função, Sadi Gioda.Ele destacou que já atua há anos no Centro Empresarial, buscando sempre o melhor para a comunidade e a classe empresarial. Assim como Mauro, Sadi também sente a deficiência no atendimento prestado aos clientes no comércio, segundo o empresário, investir em treinamento é muito importante, e só traz benefícios a todos.
Sadi falou da prestatividade que o Centro Empresarial de Santiago tem, sendo referência no país, isso demonstra o trabalho ético das pessoas que compõem a entidade. Ele destaca que o trabalho realizado no CES pela diretoria é voluntário e sem intervenção política.Hoje o CES conta com 901 sócios, os quais pagam em dia, a meta é chegar a 1000 sócios e, segundo Sadi, em breve esta meta será alcançada.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top