quarta-feira , 20 março 2019

Chuvas deixam Manoel Viana e São Chico em situação de emergência

As fortes chuvas que atingiram a região durante a madrugada de quarta e quinta-feira, causaram danos em vários municípios da região. Alegrete, Uruguaiana, Manoel Viana e São Chico estão entre os municípios mais atingidos pelas chuvas que caíram em pouco mais de 24 horas.
Em São Francisco de Assis, o prefeito Paulinho Salbego decretou Situação de Emergência na tarde desta quinta-feira, 10, depois de levantamento feito pela administração e Defesa Civil do município. Foram mais de 300 milímetros de chuva em poucas horas, o que causou estragos em vários pontos com alagamentos, destruição de pontes e bueiros em estradas do interior de São Chico.
Os Rios Inhacundá e Ibicuí, que cortam a cidade, estão três metros e meio acima do nível normal. Moradores do interior estão ilhados, já que estradas e cabeceiras de pontes cederam por causa do grande volume de chuva.
No setor de produção agrícola, estima-se que pelo menos 25% da produção de fumo está afetada, 60% das lavouras de arroz estão embaixo d’água e há prejuízos também nas lavouras de soja.
Já em Manoel Viana, o prefeito em exercício Juca Rosso, espera o levantamento dos prejuízos causados pelas chuvas e que estão sendo feitos por servidores da prefeitura e Defesa Civil para decretar Situação de Emergência, o que deve acontecer ainda nesta sexta-feira, 11.
A abertura oficial da temporada de verão que aconteceria neste final de semana foi cancelada, assim como, todos os eventos programados para acontecer no balneário.
Os principais pontos afetados pelas chuvas também foram as estradas do interior, que segundo Juca Rosso todas estão em situação de calamidade. Além das chuvas, na madrugada de quarta-feira, 09, os ventos causaram alguns estragos na cidade como a queda do pórtico do Parque de Exposições Léo Durlo e alguns silos de propriedades no interior do município.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top