segunda-feira , 23 outubro 2017

Comunicar para vender

Em tempos de economia instável muitos empresários optam por enxugar o orçamento cortando os investimentos em comunicação. Mas será que esse é o momento ideal para isso? Na verdade, não seria a hora de reforçar a comunicação com o público através de uma comunicação eficiente?
As contas da empresa apertam e você não viu outra saída, senão enxugar o orçamento. Corta daqui, dali, e decide por não manter a verba em comunicação. Em geral essa prática é comum em época de pouco dinheiro, isso acontece geralmente quando a experiência anterior em comunicação não foi satisfatória devido à falta de planejamento e de objetivos claros do que a empresa quer atingir. Empresas com uma comunicação mais desenvolvida, diante de uma situação financeira menos favoráveis, irão reduzir os investimentos na área de forma proporcional aos seus objetivos. Reduzir é uma visão estratégica. Cortar é ter a certeza que não há nenhuma estratégia de negócio, o que favorece e fortalece a empresa concorrente.
Deixar o mercado livre para a concorrência não é uma estratégia muito sensata principalmente em tempos de recessão, afinal, sem comunicação o consumidor vai esquecer sua marca. Um corte nos investimentos na comunicação pode abrir espaço para que o seu principal concorrente tome o lugar da empresa ou conquiste os seus principais clientes. O relacionamento com o cliente deve estar em primeiro lugar e a marca deve estar na mente dos consumidores.
Entretanto, não podemos acreditar que a comunicação isolada vai ser a solução dos problemas, ela faz parte de um processo, ela é uma porção importante para atravessar uma crise. Quando o empresário sabe exatamente qual o resultado que espera atingir e faz planejamento adequado para isso, a comunicação deixa de ser um custo e passa a ser um investimento.

Vander Guasso – Empresário

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top