sábado , 17 agosto 2019

Contêineres estão sendo usados de forma errada

Implantado em outubro de 2014, o sistema de recolhimento de lixo com contêineres trouxe facilidade para a população. Foram instalados 50 contêineres, com capacidade para 2.400 e 3.200 litros de lixo doméstico, os quais foram colocados em pontos estratégicos na área central, tendo como responsável a empresa Ansus.
A iniciativa foi da Prefeitura de Santiago através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a colocação de containers atende o Plano de Resíduos Sólidos do município.
Porém, há algum tempo os contêineres vem sendo usados de forma indevida, ou seja, seu propósito é a colocação de lixos domésticos, mas algumas pessoas estão descartando pneus, galhos e outros materiais.
Cabe ressaltar que o uso correto dos contêineres é uma questão de cultura, de respeito, a população precisa ter consciência, já que o equipamento foi instalado para o bem de todos.
Para falar sobre o assunto, o jornal A Folha conversou com a Secretária de Meio Ambiente, Andriele Martins, a qual destacou os contêineres foram instalados na região central do município, com a finalidade de facilitar o acondicionamento e coleta de Resíduos Domésticos.
Conforme Andriele, quando o material se trata de resíduos de construção civil, madeiras, isopor, gesso e gramas, entre outros, acarreta no aumento do peso, volume do lixo e consequentemente, aumento no custo com a coleta de resíduos.
Ao ser questionada sobre o que acontece com quem coloca lixo errado nos contêineres, a secretária destaca que conforme o Código de Postura de Santiago, podem ocorrer multas para quem descartar resíduos que não são de origem doméstica nos contêineres, a denúncia pode ser feita por qualquer cidadão, quando observar o descarte irregular, através dos números 55 3251-0783 ou 55 3249-7500, ramal 536.
Foto: Rafael Nemitz

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top