quarta-feira , 19 dezembro 2018

Coopatrigo participou de roteiro técnico a Cooperativas do Paraná

O vice-presidente da Coopatrigo Luiz Flávio de Oliveira esteve fazendo parte de um grupo representativo de 27 cooperativas gaúchas que estiveram realizando um roteiro técnico ao Paraná, através de uma iniciativa da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul com o objetivo de conhecer modelos de gestão, intercooperação e industrialização.
Ao comentar esta iniciativa, Luiz Flávio Oliveira parabenizou a Fecoagro pela experiência proporcionada onde foi possível verificar a força do cooperativismo paranaense e como eles conseguiram chegar ao nível em que se encontram na atualidade.
A imersão técnica iniciou por Curitiba onde o grupo foi recepcionado pela Ocepar e teve acesso ao programa de autogestão implantado a partir de 1990 e que atualmente tem a adesão de 82% das cooperativas paranaenses.
A partir de Curitiba iniciou-se o roteiro que se estendeu por mais de mil quilômetros, onde foi visitado o moinho de trigo da marca Herança Holandesa, que é fruto da intercooperação da Frísia, Castrolanda e Capal. No segundo dia, o destino foi Maringá, em visita à Cocamar, onde o grupo foi conhecer especialmente o modelo de gestão e governança implantado na cooperativa. Implantada em 2014, a nova forma de gestão da cooperativa aboliu a figura de um presidente associado da cooperativa e colocou dois executivos contratados na liderança de todo o processo
No terceiro dia, o roteiro começou em Campo Mourão, com visita à sede da Coamo onde o grupo foi recebido pelo presidente José Aroldo Gallassini que falou crédito agrícola concedido por esta cooperativa aos seus associados e também sobre o seguro rural. Depois o destino foi a Copacol, em Cafelândia. A agroindustrialização é o forte da cooperativa, que mantém negócios nas áreas de aves, suínos, pescado e leite, com o trabalho de produtores integrados.
No quarto dia da visita técnica, o grupo esteve no terminal rodoviário e ferroviário da Cotriguaçú, em Cascavel, mantida pelas cooperativas Copacol. C.Vale, Coopavel e Lar. Desde 2013, o terminal escoa a produção de grãos e de produtos de origem animal para o porto de Paranaguá por ferrovia e rodovias. O destino final da delegação dos dirigentes das cooperativas foi no município de Medianeira, com visita ao complexo industrial de suínos da Frimesa, central administrada pelas cooperativas C.Vale, Copagril, Copacol, Lar e Primato, que também mantém estrutura para produtos lácteos. O encerramento da jornada ocorreu na cooperativa Lar, onde foi conhecido trabalho desenvolvido nas unidades de produção desta cooperativa, conhecendo também o trabalho nas áreas sociais, com mulheres e jovens, debatendo constantemente a sucessão rural.
Além da Coopatrigo, fizeram parte deste grupo a Fecoagro/RS, Sescoop/RS, Cotrisel, Coasa, Caal, Cotribá, Cotrifred, Cotrimaio, Cotrisoja, Cooperoque, Coagrisol, Cotrijal, Camnpal, Cotricampo, CCGL, Cotapel, Cotripal, Coomat, Coagrijal, Piá, Agropan, Cotrisal, Languiru, Cotrisul, Coagril, Cotrijuc e Coopermil.
Luiz Flávio de Oliveira considerou a experiência muito válida e espera que esta ação traga resultados para o cooperativismo gaúcho que lá no passado inspirou o Paraná e hoje necessita fazer o contrário para o fortalecimento do setor.

Coopatrigo realiza visitas no Paraná

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top