domingo , 20 agosto 2017

Depois do combustível, agora é vez da conta de luz

Depois do combustível, agora é vez da conta de luz

ANEEL anuncia bandeira vermelha patamar 1 de agosto a dezembro

Primeiro o combustível, agora a conta de energia elétrica, onde isso vai parar? Esta deve ser a pergunta que muitos brasileiros devem estar se fazendo, mais uma vez haverá aumento nas contas de luz, a partir deste mês de agosto, os consumidores pagarão uma taxa a mais, que é a bandeira vermelha, o motivo é que o aumento no custo da produção de energia elétrica.
A informação da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica é que a bandeira tarifária é a vermelha no patamar 1, ou seja, a cada 100 quilowatts-hora consumidos, será acrescido R$ 3,00 na conta. O aumento se deve por conta da falta de chuvas e a situação dos reservatórios das hidrelétricas no país. A bandeira deve vigorar até o final do ano

Entenda o sistema de bandeiras tarifárias:

Bandeira verde: Condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;

Bandeira amarela: Condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,020 para cada quilowatt-hora kWh consumidos;

Bandeira vermelha – Patamar 1: Condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,030 para cada quilowatt-hora kWh consumidos;

Bandeira vermelha – Patamar 2: Condições ainda mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,035 para cada quilowatt-hora kWh consumido.

Outra questão que leva ao aumento das contas de energia são os tributos cobrados sobre o óleo diesel, pois este combustível é usado em grande parte das termelétricas, as quais geram energia no país.
Enquanto o governo do país briga para se manter no poder, a população batalha para tentar pagar suas contas em dia e conseguir sobreviver em meio à crise. O jeito é economizar, de todos os lados.

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top