domingo , 17 novembro 2019

ERVA MATE SANTIAGO: UMA MARCA DE SUCESSO

Esta semana o jornal A Folha entrevistou a empresário Geni Soares Bordim, proprietária da Ervateira Santiago. Geni contou que trabalhava desde os 15 anos com erva mate, “conheci meu esposo Valdemar e juntos alimentamos o sonho de construir nosso próprio negócio. Estávamos com uma boa estabilidade na empresa que trabalhávamos e achamos que era a hora de arriscar”.

Foi quando decidiram, entre as várias cidades que analisaram, escolher Santiago para começar nossa empresa, por entender que o produto que queriam ofertar estava alinhado aos consumidores daqui, muito exigentes quanto à qualidade.

“Eu estava grávida de 8 meses, vendemos nossa casa, em Santa Rosa e nosso carro e do valor que juntamos fizemos tudo de embalagens da marca Pampeana, nossa primeira marca. Terceirizávamos o empacotamento e vendíamos na cidade e região. Alugamos uma casa e abrimos nosso primeiro negócio em Santiago, a Casa da Erva, onde vendíamos nossos produtos”, lembra ela.

Mas, iniciaram os trabalhos e também os desafios, o primeiro deles foi a descoberta de que a marca Pampeana já tinha dono e precisariam recomeçar, mas, o novo nome surgiu naturalmente Erva Mate Santiago.

Nova marca e nova casa, no dia 04 de outubro de 1994 foi inaugurada a indústria em Santiago e começaram vender a Erva Mate Santiago, que neste ano completa 25 anos.

A Ervateira Santiago tem como missão oferecer “O MELHOR CHIMARRÃO”, para isso desenvolvem produtos que atendem as necessidades do consumidor. “Hoje temos um mix completo de produtos: Erva Mate com açúcar, sem açúcar, moída grossa, embalada à vácuo e tererê.

Ao ser questionada do porque abrir uma empresa deste ramo, Geni ressaltou que “para qualquer negócio é preciso ter know-how, precisa entender, conhecer a fundo o ramo que se pretende investir. Este era o nosso caso, era o que sabíamos fazer”.

Em relação do diferencial, a empresaria destaca que o maior diferencial foi sempre o de colocar a qualidade do produto acima de tudo. Não importa o que tem que ser feito, seja limitar produção, limitar expansão, selecionar matéria-prima, entre outros.

“Foi o que fizemos nos últimos anos, investimos em secador próprio, desde 2012, na cidade de Cruz Machado-PR, os ervais próprios em Bituruna-PR, desde 2005 e outras ações, sempre pensando em garantir o melhor chimarrão a nossos clientes”, contou.

Sobre projetos, Geni comenta que todo o Planejamento deste ano foi voltado à comemoração dos 25 anos da empresa, diversas ações estão sendo realizadas. A médio prazo o objetivo é a construção de uma nova sede da Erva Mate Santiago.

Para finalizar, Geni Bordim deixa uma mensagem de agradecimento: “agradeço muito a Santiago por tudo que me deu, por me permitir construir minha vida, minha família, minha empresa. Tenho certeza que não poderíamos ter escolhido um lugar melhor para viver e trabalhar.

Agradeço ainda a nossos colaboradores e parceiros que se dedicam todos os dias para oferecer o melhor a nossos clientes. Aos clientes que consomem nossos produtos, vocês são a razão do nosso trabalho. Neste ano tive a felicidade de receber o Título de Cidadã Santiaguense, numa proposição do Vereador Rafael Nemitz, o que me deixou muito feliz, de ver meu sentimento, de santiaguense, agora reconhecido. Obrigado”.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top