quinta-feira , 19 setembro 2019

GHS começará atendimento aos pacientes com câncer pelo SUS

Depois de muita luta, e de um investimento milionário, o Grupo Hospitalar Santiago começará atender pelo SUS nesta segunda-feira, 09, os pacientes que se encontram em tratamento do câncer, conforme foi divulgada no Diário Oficial da União na sexta-feira, 30.
A grande conquista se deve ao trabalho competente e honesto que é desenvolvido pela direção, corpo clínico e os profissionais que fazem parte desta equipe de sucesso, que ao longo dos anos vem recebendo o reconhecimento de todos.
Foram investidos mais de R$ 10 milhões na construção das modernas instalações do Centro Clínico, espaço que abrigará o atendimento da Oncologia, que contará com uma equipe de mais de 25 profissionais qualificados na área, que passarão a atender todos os pacientes dos 11 municípios do Vale do Jaguari. Com capacidade para atender até 300 pacientes, com serviços ambulatoriais, cirurgia oncológica e quimioterapia, os pacientes a partir da próxima semana, não precisam mais se deslocar até outros centros para o tratamento da doença. O SUS repassará em torno de R$ 450 mil/mês, para cobrir os custos dos atendimentos.
Conforme o administrador do GHS, Ruderson Mesquita, essa conquista se deve muito ao trabalho que é realizado por toda a equipe do GHS e de pessoas influentes que reconhecem o esforço e a competência do trabalho realizado, em Santiago. “É mais um passo importante para a saúde da região, mais uma vez Santiago ganha um serviço de suma importância. Esse é o reconhecimento do nosso trabalho”, ressaltou Ruderson.
A inauguração oficial dos serviços de oncologia pelo SUS, em Santiago, está marcada para o dia 04 de outubro, e contará com a presença do ministro Osmar Terra, Damares Alves e possivelmente do vice-presidente Mourão, além de várias outras autoridades que também fazem parte desta conquista. “O ministro Osmar Terra é um parceiro do GHS, sempre acreditou no trabalho que é realizado pela saúde em Santiago e, mais uma vez, foi peça fundamental para esse credenciamento junto ao Governo Federal”, destacou Ruderson Mesquita.
Uma ação tão importante como esta, trará mais tranquilidade para quem precisa realizar tratamentos para o câncer. Para falar sobre o assunto, o jornal A Folha conversou com dois pacientes, os quais necessitaram realizar seus tratamentos em Santa Maria.
Uma delas é a jovem, Alexsandra Guasso, ela destacou a importância do início deste atendimento em Santiago. A redação também ouviu o senhor Dario Lopes, que foi diagnosticado com Câncer de Próstata aos 68 anos, hoje quase finalizando seu tratamento, completará 71 anos em outubro, o qual necessitou de tratamento e o realizou em Santa Maria.

Abaixo depoimentos:

“Me chamo Alexsandra Guasso, sou Educadora Física, tenho 27 anos. Fui diagnosticada com Câncer de Mama e Mutação no Gene BRCA2, aos 24 anos, faço todo o meu tratamento pelo SUS, no Hospital Universitário de Santa Maria. Enfrentar essa doença, não é nada fácil, o tratamento é longo e exige muitos cuidados!
Tive todo o suporte que precisava, fui encaminhada pelo Centro Materno Infantil de Santiago ao HUSM. Tenho muita gratidão às equipes de médicos e enfermeiros, que me ajudaram e, aos meus familiares e amigos, que deram todo apoio, a Prefeitura de Santiago e Secretaria de Saúde, pelo suporte e condições que oferecem, facilitando muito esse momento para o paciente!
O Centro de Oncolgia do GHS atendendo pelo SUS, com certeza será um grande marco para nossa cidade. Fico feliz em saber que os pacientes poderão se sentir em casa, sem precisar viajar longe em busca de tratamento. O acolhimento e conforto são muito importantes nesse momento. Parabenizo o GHS e o diretor Ruderson Mesquita, desejando muito sucesso aos tratamentos!

 

“Nós saíamos às 4h30min de Santiago, para ir até Santa Maria realizar o tratamento, a locomoção se tornava difícil, porque muitas das vezes com chuva, eu não tinha como ir até a Secretaria de Saúde, mas sabia que precisava. Mas, agora com o atendimento aqui na cidade vai ser melhor para àqueles que necessitam. Graças a Deus, estou terminando meu tratamento, eu fazia Radioterapia, tratamento para um Câncer de Próstata. Com o atendimento de Oncologia pelo SUS, as pessoas não precisarão se deslocar cedo para outra cidade, o tratamento será praticamente em casa”.

 

Parte da equipe que atuará no Centro de Oncologia do Grupo Hospitalar Santiago

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top