terça-feira , 30 novembro 2021

Herói de farda: Policial santiaguense salva bebê de 9 dias, durante ocorrência em Nova Santa Rita

O policial militar santiaguense Géverton Silva, que atua no 15° Batalhão de Polícia Militar (15° BPM) de Nova Santa Rita, foi um grande herói na vida de uma família durante a noite de sexta-feira, 27. Por telefone, ele ajudou e acalmou uma mãe que estava com sua bebê de 9 dias engasgada.

Em entrevista ao jornal A Folha e ao GNI – Grupo de Notícias Integradas, o policial Géverton Silva contou que estava trabalhando de permanência em Nova Santa Rita, e que por volta das 21h atendeuuma ligação onde a mãeMirela, relatou aos prantos que sua filhaPollyana, de apenas 9 dias, havia se engasgado com o leite materno, que a bebê estava roxa e que não estava respirando.

“Imediatamente orientei a mesma a fazer a manobra Heimlich – um método para desobstrução das vias aéreas – colocar a Pollyana de bruços em cima do seu braço e fazer cinco compressões entre as escápulas – no meio das costas -, até a chegada da nossa guarnição,SdFogliarine e Sd Vitor Hugo e também da ambulância, contou o Géverton.

A pequenaPollyana foi atendida pelos profissionais da saúde e posterior foi conduzida ao hospital da Ulbra, em Canoas, para realizar exames. “No domingo à noite fomos fazer uma visita a Pollyana, onde ficamos felizes em saber que ela está bem”, contou.

Ao ser questionado sobre como foi agir neste caso, perante o desespero da mãe, o soldado falou que “nesses casos a gente tem que tentar acalmar a pessoa que está no outro lado do telefone,colher o máximo possível de informações para que aconteça o procedimento correto até a chegada dos profissionais da saúde”.

Géverton relatou ainda que já atuou em ocorrências semelhantes, mas que esta tinha uma peculiaridade, a Pollyana tinha apenas 9 dias de vida, portanto a técnica aplicada teria que ter um cuidado ainda maior para não machucar a criança, e segundo ele, graças a Deus deu tudo certo.

Para finalizar, Géverton deixou um depoimento falando sobre a emoção em salvar a bebê e o reencontro com mãe e filha, “foi emocionante reencontrar os familiares e principalmente a nossa anjinha Pollyana, fomos super bem recebidos, a senhora Mirela, mãe da bebê, nos agradeceu por salvar a sua filha,e o sentimento nosso, como policiais militares é de dever cumprido e nos motiva ainda mais em continuar a nossa missão”.

Géverton é filho do radialista Neri Pereira, que por anos esteve à frente dos microfones da rádio Verdes Pampas e hoje trabalha na rádio Nova Manhã em São Vicente do Sul.

Policial orientou mãe por telefone ensinando a manobra de Heimlich
Foto: Divulgação

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top