domingo , 17 fevereiro 2019

Jaguari em Situação de Emergência

Ano de 2015 está deixando rastros de destruição na cidade das Belezas Naturais

O ano de 2015 não foi muito bom para o município de Jaguari, primeiro foi a queda da ponte, que deixou a cidade das Belezas Naturais dividida, causando transtornos a todos os moradores e também para o comércio, agora foram os temporais que devastaram a cidade.

O município de Jaguari decretou Situação de Emergência, após os vários transtornos causados pelos últimos temporais, a primeira situação foi a chuva de granizo e a enchente, que alagou várias casas na cidade e deixou várias famílias desalojadas, agora foi novamente a chuva, porém com vento forte, que destelhou várias residências, derrubou árvores, postes de luz, entre outros.

IMG_1403

As chuvas atingiram o município de 07 a 12 de outubro, sendo com maior intensidade dia 08, quando ultrapassou 300 milímetros de chuva, resultando na inundação de casas.

Grande parte da zona rural, especialmente o 2º, 3º e 4º Distrito foram atingidos, causando prejuízos, tanto de deslocamento como também de perdas em lavouras. Pontes, pontilhões, bueiros, açudes, barragens foram destruídas pelas chuvas. Com o temporal muitos moradores ficaram desalojados e desabrigados, nos Bairros Sagrado Coração de Jesus, Mauá, Rivera e Cohab, outro problema foi o deslizamento de terra na Rua dos Atiradores, afetando aproximadamente 250 pessoas.

Já não bastava toda a situação dos vários dias de chuva e granizo, o município ainda foi atingido na madrugada do dia 15, com mais uma chuva, desta vez com vento forte superando os 130 Km/h.

A ventania deixou novamente várias pessoas desabrigadas, sem energia elétrica, causado pelo tombamento de vários postes de luz, o que causou a interrupção no abastecimento de água no município. Jaguari ficou ainda sem comunicação, já que o sinal de telefone também foi interrompido.

Na zona rural os fortes ventos também causaram estragos, danificando casas, celeiros e galpões, atingindo ainda o cultivo de fumo e fruticultura.

Em todas as ocorrências de destruição, o município disponibilizou todo o aparato possível para minimizar os efeitos do desastre, prestando assistência e socorro as pessoas afetadas, para proporcionar a volta à normalidade.

Além de Jaguari, os municípios de São Vicente do Sul, Cacequi e São Francisco de Assis foram atingidos pelo temporal, residências foram destelhadas, árvores caíram, redes elétricas ficaram no chão. Por conta destes desastres todos os municípios da região ficaram sem energia elétrica e sem abastecimento de água, inclusive Santiago, que desta vez não sofreu tanto com a ventania. O abastecimento de energia elétrica está sendo normalizado aos poucos, assim como o abastecimento de água. Os municípios afetados com os últimos temporais decretaram Situação de Emergência.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top