segunda-feira , 17 janeiro 2022

Justiça afasta direção do Asilo de Jaguari

A justiça determinou na terça-feira, 04, o afastamento de toda a direção da Santa Casa da Divina Providência de Jaguari. Depois de uma investigação profunda do Ministério Público, a Juíza Ana Paula Tolfo determinou o afastamento de todos os integrantes da Associação Jaguariense de Interesses Sociais (AJIS), que administrava o Asilo de Jaguari, e determinou que a prefeitura do município através da secretária de Assistência Social, Kátia Siqueira assuma o comando da instituição pelo no mínimo seis meses, até que uma nova eleição seja realizada. O asilo era presidido por Gisele de Lourdes Cadó Franco, que há 18 anos estava a frente da instituição.

Segundo o prefeito Beto Turchiello, a situação será gerida dentro da legalidade e da transparência que o momento exige. “Além da secretária Kátia, formalizamos uma portaria com mais cinco nomes de servidores da prefeitura para montar uma equipe de trabalho em condições de gerir todas as atividades. Entendo que o momento é difícil, mas temos pessoas capacitadas para dar segmento aos trabalhos e continuarmos amparando todos os idosos. Defendo que a sociedade é que deva gerir a instituição, e espero que uma nova eleição seja realizada o mais breve possível”, destacou Beto Turchiello. A administração publicou uma nota de esclarecimento para toda a comunidade. Confira:

Nota de esclarecimento:

Informamos a comunidade jaguariense que, de ordem da Juíza de Direito da Comarca de Jaguari, atendendo pedido do Ministério Público, através do Promotor de Justiça, foi determinado o afastamento imediato da Associação Jaguariense de Interesses Sociais (AJIS) e da sua Presidente, Gisele de Lourdes Cadó Franco, da administração da Pequena Casa da Divina Providência, o Asilo de Jaguari.

Na mesma decisão, a Juíza determinou que o Município de Jaguari assuma temporariamente a administração da referida instituição de longa permanência para idosos, o que está sendo cumprido desde o dia 04 de maio de 2021.

Nesse período, o Município terá a incumbência de reestruturar a gestão, prestando contas ao Poder Judiciário, e organizar a eleição para a nova Diretoria da AJIS.

Comunicamos aos costumeiros doadores que todas as contribuições financeiras deverão ser feitas via depósito bancário em conta judicial específica. E as demais doações estão sendo recebidas pela nova administração, diretamente na instituição.

Maiores esclarecimentos poderão ser prestados através do telefone (55)3255-1420.

Roberto Carlos Boff Turchiello,

Prefeito do Município de Jaguari.

 

O asilo era presidido por Gisele de Lourdes Cadó Franco
Foto: Igor Tambara

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top