domingo , 16 junho 2019

Manifesto em busca de melhorias nas estradas da região

Quarta-feira, na parte da manhã, a busca pela atenção do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, no que se refere à precariedade das estradas da região, levou lideranças regionais a se reunirem em manifesto pacífico, sem bloqueio da estrada, no trevo de acesso ao Bairro Italiano, na RSC 377, em São Francisco de Assis.

As estradas estaduais estão viradas em buracos, os motoristas precisam escolher em qual cair, porque as mesmas estão quase que intransitáveis, é triste ver esta realidade, ainda mais analisando o alto custo dos impostos que são pagos pela população e que não estão sendo revertidos em melhorias.

No mês de fevereiro, há aproximadamente 30 dias, uma comissão de prefeitos da região, esteve em visita ao secretário Estadual dos Transportes Juvir Costella. Na oportunidade buscaram uma posição do governo de quando será feita a recuperação destas estradas. Mas, para a surpresa de todos, de acordo com a comissão, eles não foram bem recebidos por Costella. Uma situação complicada, já que um secretário de um órgão público, que atua diretamente com o povo deveria tratar a todos com respeito e buscar solucionar os problemas existentes, caso contrário não precisaria existir a referida secretaria. Porém, até o momento os prefeitos continuam sem resposta e, os buracos, surgindo cada vez mais.

Hoje, as estradas que estão em precariedade são RSC-377, RSC-241, RSC-640, RSC-241 e VRS-825, durante o manifesto que reuniu lideranças políticas, sindicais, empresariais, produtores rurais, Sindilojas, Sicredi e Centro Empresarial de Santiago, tendo o apoio da Brigada Militar e Polícia Rodoviária Estadual, foi solicitado com urgência reparos, já que está começando o escoamento de safra, e estas são algumas das estradas que ligam municípios que são grandes produtores, além disso há o aumento do tráfego por conta do início do Ano letivo.

Os prefeitos que participaram do ato, fizeram apelo ao governo, para que medidas sejam tomadas. “Procuramos os órgãos do Governo do Estado, mas nada foi feito. Por isso, estamos aqui hoje em manifesto. Nos manifestamos como região, pois entendemos que essa união é importante e traz mais resultados”, falou Rubemar Paulinho Salbego (PDT), prefeito de São Chico. Paulinho comentou ainda que “nossa região não aguenta mais os descasos dos governos do Rio Grande do Sul para com as nossas estradas. Queremos respeito acima de tudo, pois nossa região é pagadora de muitos impostos”.

O prefeito de Santiago, Tiago Gorski Lacerda, atual presidente da AM-CENTRO, participou do manifesto, segundo ele “não se trata de apenas uma rodovia, mas da RSC 377, da 168, da  825 e se vai. São todos os municípios que dependem de escoar a safra, transporte de alunos, passageiros. Os municípios estão sofrendo com o descaso”.

O presidente do COREDE Vale do Jaguari frisou que “nosso manifesto é para que o Governo do Estado tenha atitudes mais efetivas de manutenção nas nossas estradas”.

Sempre fica uma pergunta, se a população paga impostos, os quais devem ser repassados pelo governo na forma de prestação de serviços como na área da saúde, educação, segurança, estradas entre outros, mas o que se vê é saúde precária, educação atrasada, segurança defasada, estradas intrafegáveis e o governo “chorando” que está sem dinheiro, pagando servidores atrasados. Para onde está indo o dinheiro, será que evaporou? Ou será que está indo para o bolso dos próprios políticos e suas equipes de trabalho, para completar o pequeno salário que recebem de mais de 20 mil reais?

Vale ressaltar que o furo no Governo do Estado, não é de hoje e se a corrupção não for banida, só tende a piorar.

Buracos na RS 168

Texto: Carine Martins
Fotos: Cláudio Irion/Carine Martins

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top