quarta-feira , 27 outubro 2021

Manoel Viana sedia distribuição da Centelha da Chama Crioula para 10ª RT

Manoel Viana sedia distribuição da Centelha da Chama Crioula para 10ª RT

Mostardas foi a cidade escolhida para o início da distribuição da Chama Crioula 2017, paraas 30 Regiões Tradicionalistas. No dia 12 de agosto, centenas de cavaleiros, saíram da cidade de Mostradas, a qual possui mais de 12 mil habitantes e,percorreram estradas do Rio Grande do Sul, conduzindo com carinho e dedicação, aquele que é o símbolo da Semana Farroupilha, a Chama Crioula. Já são 70 anos de tradição, sendo que as cavalgadas chegam a durar mais de um mês, dependendo da cidade de destino.
Os grupos que conduzem a Chama Crioula são divididos por regiões, com isso é possível contemplar todas as cidades com a centelha. Primeiro é realizado um cronograma e um roteiro bem detalhado e, então, dá se início à cavalgada.
O trabalho para organização da cavalgada, acontece com muita antecedência, pois existe toda uma preparação, principalmente dos animais que será usado no trajeto, assim como os locais onde os cavalarianos devem passar a noite. Quem participa, tem amor pelas tradições, pois enfrentam pelo caminho, a chuva, o frio e o sol forte, mas seguem firmes na missão, que é trazer para sua cidade a Chama da Tradição.
Assim como tem os que participam no lombo do cavalo, existe ainda a equipe de apoio, que são as pessoas que atuam nos caminhões, ônibus, demais veículos, transportando mantimentos e ração aos animais.
Na manhã do dia 28 de agosto, Manoel Viana foi palco da chegada da Chama Crioula Estadual, depois da mesma percorrer 715 Km. Este ano a chama ficará até dia 9 de setembro, sábado, no município, quando será distribuída para os 12 municípios que fazem parte da 10ª Região Tradicionalista.
Chegada em Manoel Viana, outro cronograma foi muito bem elaborado, a realização da XXXII Cavalgada da Chama Crioula de Santiago, que trará a Centelha da Chama até a Terra dos Poetas. Coordenada por Claudio Leal Martins e sua esposa Débora G. Martins, juntamente com sua equipe, a cavalgada pretende ser uma das melhores já realizadas.
Em entrevista ao jornal A Folha, o casal falou com alegria de sua participação na cavalgada, eles que há anos participam dos eventos tradicionalistas, e neste ano foram escolhidos para organizar o evento. Segundo o casal Cláudio e Débora, todo o planejamento teve início ainda no ano de 2016, após o encerramento da Semana Farroupilha daquele ano, isso porque todo o trabalho para organizar uma cavalgada requer muito esforço, dedicação e comprometimento, seja de quem planeja, apoia ou participa.
O apoio das pessoas também é fundamental, seja na dação de alimentos, no apoio durante a cavalgada, no empréstimo de veículos e até mesmo de equipamentos e, tem ainda as pessoas que sedem algum espaço em suas fazendas para que os cavalarianos possam pernoitar e fazer o seu ritual tradicionalista.
Segundo eles, é bastante cansativo, mas ao mesmo tempo gratificante, ver a cavalgada ser um sucesso e muitos cavalarianos, mulheres, homens, crianças, todos participando, não tem preço.

Débora e Cláudio Martins, coordenadores da XXXII Cavalgada

Recepção da Chama Crioula em Manoel Viana

Cavalgada de Mostardas a Manoel Viana

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top