quarta-feira , 20 outubro 2021

Nosso Lar tem como prioridade a humanização

Inaugurou na noite desta quinta-feira, 08 de outubro, junto ao Grupo Hospitalar Santiago, a Casa de Apoio e Combate ao Câncer Nosso Lar. O evento contou com a presença de algumas autoridades e da imprensa.

O jornal A Folha entrevistou esta semana o administrador do Grupo Hospitalar Santiago, Ruderson Mesquita Sobreira, o qual deu detalhes sobre a inauguração da Casa de Apoio e Combate ao Câncer Nosso Lar.

Segundo ele a iniciativa de trazer a casa para o GHS surgiu da necessidade de ter um espaço para amparar pacientes vindos de outros municípios quando precisam realizar o tratamento oncológico ou ainda tratar outras patologias em Santiago. “Muitas vezes vinham de municípios distantes e não tinham condições de pagar um hotel, nem amigos ou familiares na cidade, e acabavam por ficar sem o mínimo de conforto para sua estadia”, comentou Ruderson Mesquita. O administrador lembra que no ano de 2019 passaram pelo Grupo Hospitalar Santiago pacientes de 187 municípios.  

Ruderson explica que a Casa de Apoio e Combate ao Câncer Nosso Lar vai funcionar das 8h às 12h e 13h às 17h30, o horário se refere ao atendimento administrativo. Já a pousada que é a casa de apoio, funcionará 24h. Além da estadia, o Nosso Lar também disponibilizará refeições.

Quanto ao investimento, Ruderson Mesquita destaca que foram investidos R$ 1,5 milhão de reais, incluindo o terreno. Deste valor, R$ 1 milhão foi recurso do Grupo Hospitalar Santiago e os R$ 500.000,00 reais oriundos de emenda parlamentar do deputado Federal Giovani Cherini que se solidarizou com a causa, pois também já passou por tratamento oncológico e sabe as dificuldades que são enfrentadas pelos pacientes.

Ao ser questionado sobre o que será feito para manter a instituição, Ruderson frisou que a casa de apoio não tem nenhum recurso público, sendo assim, ela será mantida através de doações da comunidade de Santiago e região. É muito importante que as pessoas façam doações, são várias as formas para doação, como depósito bancário, ou pode ligar para a casa de apoio e falar com a secretária executiva, Paula, a qual dará mais detalhes de como pode ser feita a doação.

A Casa de Apoio e Combate ao câncer Nosso Lar conta com doze leitos, podendo ficar o paciente e seus familiares, é importante destacar que estes doze leitos podem ser ampliados, pois há bastante espaço.

Podem usufruir da casa de apoio, pacientes e seus familiares em tratamento de câncer, oriundos de outros municípios e também aqueles pacientes que precisam de tratamento no GHS e que não são de Santiago. Ruderson cita o exemplo de pacientes que são transferidos pela Central de Leitos do Estado e que vem um familiar junto, então o Nosso Lar estará disponível para esse familiar. É importante ressaltar que a casa de apoio é direcionada para pessoas carentes.

“Este é um momento muito gratificante para o Grupo Hospitalar Santiago, poder entregar ao nosso Rio Grande do Sul a melhor Casa de Apoio e Combate ao Câncer do Estado. A estrutura ficou excelente, a equipe que vai atuar no local é muito qualificada e a prioridade é a humanização. Estamos muito felizes por trazer este investimento de amor ao próximo, desta envergadura aqui para Santiago. Precisamos que a população seja parceira e faça doações, para que possamos dar continuidade ao Nosso Lar”, finalizou.

Fotos: GNI Mídias Digitais

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top