quinta-feira , 3 dezembro 2020

Números de infectados caem pelo 2º mês consecutivo em Santiago

Desde o mês de março quando começou a proliferação do vírus em todo o país, as notícias sempre foram preocupantes e desanimadoras, pois dia após dia o número de pessoas infectadas só aumentava e o número de mortes consequentemente da mesma forma.  Passados alguns meses, as notícias sobre a Covid-19 começam a ser animadoras, principalmente, com os dados sobre os casos de infectados e de mortes, despencando a cada dia.

Em Santiago, o mês de junho foi onde o número de infectados atingiu o maior índice, chegando a 112 casos confirmados no município, causando uma preocupação nas autoridades responsáveis, principalmente pelo número de leitos disponíveis no Grupo Hospitalar Santiago, até porque, ninguém tinha a noção exata da proliferação da doença. Hoje os números estão em queda e o mês de agosto fechou com apenas 89 casos confirmados de pessoas infectadas. No mês de setembro essa queda deve continuar e a expectativa é que esses números caiam ainda mais, sendo que Santiago registrou no sábado, 29, somente um caso, no domingo, 30 e segunda, 31, não foram registrados nenhum caso em Santiago. Na terça, 01, foram registrados somente quatro, na quarta-feira, novamente não foram registrados casos.

O município vizinho, Jaguari, em 20 dias registrou somente um caso. Nova Esperança do Sul segue firme sem nenhum registro, espera-se que esta situação continue. Manoel Viana também não conta com nenhum caso e os demais municípios continuam sem registros. Quanto às internações no Grupo Hospitalar Santiago, até o fechamento desta edição não havia nenhum paciente internado com Covid-19. Com isso, a situação de leitos Covid no hospital que não teve problemas de superlotação, está muito tranquila.

Esta queda no número de casos mostra que todas as ações de prevenção propostas pelas Secretarias de Saúde de cada município estão tendo efeito positivo, já que a população está seguindo todas as normas de prevenção, fazendo uso de máscara e higienizando as mãos. É com esta união de forças que em breve estaremos livres do Coronavírus.

RS também mantém queda nos casos

No Rio Grande do Sul, a média diária de mortes por Covid-19, em uma semana manteve o movimento de queda se comparado ao período anterior no Estado.

O cálculo foi realizado entre o dia 25 a segunda-feira, 31 de julho, sendo observado que caiu 6,68% entre o dia 22 e a sexta-feira, 28. Neste período, foram registrados 47,86 óbitos a cada 24 horas, em média, na semana de 18 a 24 de julho, eram 51,28. Os cálculos foram feitos com base em dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES).

Já em relação aos novos casos, houve aumento na média móvel diária. Nos últimos sete dias, foram comunicadas 2.385,86 infecções a cada 24 horas, em média. São 33,7% a mais do que no intervalo anterior (18 a 24), quando houve 1.784,43 registros de contaminações.

O resultado para o registro de novos casos sofre interferência de uma falha na inclusão de informações no sistema nacional, que ocorreu em pelo menos dois dias (20 e 21).

De um modo geral no Estado do Rio Grande do Sul, a média de mortes nas últimas semanas vem mantendo uma queda, se comparado ao período anterior.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não há nenhuma internação por Covid-19 no GHS
Foto: Rafael Nemitz

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top