segunda-feira , 27 junho 2022

O pequeno Miguel recebe sua nova casa

Ser solidário é um ato de bondade e compreensão com o próximo, e com esta frase traremos uma notícia importante e feliz, pois foi através da solidariedade de muitos santiaguenses, que nesta sexta-feira, 13, o pequeno Miguel Flores, de apenas 05 anos, recebe as chaves de sua nova residência.

Relembre a notícia que circulou na edição 812 do jornal A Folha:

“Osteogênese imperfeita (ossos de vidro, doença de Lobstein ou doença de Ekman Lobstein) é uma condição rara que tem como principal característica a fragilidade dos ossos que quebram com enorme facilidade. A doença também conhecida pelas expressões “ossos de vidro” ou “ossos de cristal”, é uma condição rara do tecido conjuntivo, de caráter genético e hereditário, que afeta aproximadamente uma em cada 20 mil pessoas.

A osteogênese imperfeita (OI) pode ser congênita e afetar o feto que sofre fraturas ainda no útero materno e apresenta deformidades graves ao nascer. Ou, então, as fraturas patológicas e recorrentes, muitas vezes espontâneas, ocorrem depois do nascimento, o que é característico da osteogênese imperfeita tardia.

A doença citada acima é uma condição que afeta o pequeno Miguel Flores de apenas 05 anos. Morador de Santiago, o menino é filho de Patrícia Flores e luta pela vida desde antes de seu nascimento. Segundo Patrícia, o menino nasceu de 37 semanas e com 10 fraturas, sendo que agora já são mais de 20 fraturas”.

A situação do Miguel exige muito cuidado, ele precisa de cadeira de rodas e  de um espaço mais adaptado para sua locomoção. Miguel estava morando com a mãe, padrasto e sogros da mãe, em um local pequeno. Mas, através de uma campanha realizada pelo Radialista e Locutor, Macir Ribeiro nos seus Programas Alma de Campo, Ronda Nativa e Querência Xucra, apresentado também pela sua esposa Idalina e seu neto Taian, pela Rádio Verdes Pampas, uma corrente de amizade se formou, sendo arrecadados materiais e dinheiro para pagar a mão de obra e então construir uma casa adequada e confortável para o Miguel.

A residência fica localizada na Rua Olímpia dos Santos Melo, 285, Bairro Carlos Humberto, foi construída com muito carinho e dedicação para que o pequeno Miguel viva melhor.

Em entrevista ao jornal A Folha, o organizador da campanha, Macir Ribeiro, destacou que esta é uma das muitas já realizadas na cidade, e que em todas a população fez a sua parte, doou e ajudou a tornar mais pessoas felizes.

“Para nós, construir uma casa é um grande prazer, pois já são quase 20 anos na Rádio Verdes Pampas, e neste período em que várias campanhas foram feitas, entre construir e ajudar na construção, já foram 14 casas”, comentou Macir.

Segundo o radialista, a casa foi construída do zero, sendo o cômodo maior na residência, o quarto do pequeno Miguel, porque ele precisa de espaço. A construção de residências é feita para quem realmente precisa, para isso é realizada uma pesquisa para depois iniciar uma campanha. Também são feitas doações de alimentos, ação que já está na 27ª edição, onde a Rádio Verdes Pampas FM distribui 83 cestas básicas todos os dias 30, para famílias carentes. As doações são feitas pelos ouvintes dos programas apresentados pelo Macir Ribeiro, sua esposa e neto.

Miguel ganhou um novo lar
Foto: Divulgação

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top