quarta-feira , 29 junho 2022

Produtores mobilizados contra o Funrural

Produtores mobilizados contra o Funrural
Marcelo 1
Tendo como principal objetivo, mostrar a realidade do campo, mobilizar e unir produtores rurais e a cadeiaprodutiva do Agronegócio, em 2008, o produtor rural do município de Capão do Cipó, Alcides Meneghini e o comunicador Marcelo Brum, tendo o apoio de produtores rurais da região, idealizaram e deram início ao Programa A Voz do Campo que, hoje, se caracteriza como a maior rede de rádios do agronegócio do Sul do Brasil. Um programa identificado com o produtor rural, que possui um estúdio de caráter itinerante.
O jornal A Folha conversou na terça-feira, com Marcelo Brum, comunicador e apresentador do Programa A Voz do Campo, o qual destacou a importância de se trabalhar em prol do agronegócio e, pensando no produtor rural, o programa está engajado, juntamente com os produtores em uma importante mobilização que acontecerá no dia 03 de maio, às 9h, em Brasília, contra o pagamento do Funrural, um imposto sob a arrecadação bruta dos produtores.Neste mesmo dia, grupos de produtores rurais tentam reverter a decisão, onde cooperativas, sindicatos e entidades do setor serão recebidos em audiência pública no Congresso Nacional.
O Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural – Funrural é uma contribuição social de 2,1 %, cobrada do produtor rural sobre o valor bruto de suas receitas. Quem recolhe esta contribuição é a empresa para quem o produtor vendeu.
Em fevereiro de 2010, a contribuição foi considerada inconstitucional, determinando que não se cobrasse estes valores para aqueles que entrassem na justiça, bem como para que lhe devolvessem os valores que estes pagaram nos últimos 5 anos.
Porém, uma decisão votada pelo Supremo Tribunal Federal-STF, na quinta-feira, 30, ficou decidida pela constitucionalidade do fundo, ou seja, que o mesmo deve ser pago, inclusive de forma retroativa dos últimos 5 anos, o que gerou grande descontentamento do setor agroindustrial.
Por ser uma mobilização espontânea, que abrange produtores de todo o Brasil, produtores rurais de Santiago e região, disponibilizaram ônibus para os produtores que quiserem participar do movimento em Brasília, sendo que os produtores, Cassio Bonotto e EdimarCeolin, estão disponibilizando um ônibus de forma particular, assim como a Agropecuária Sobradinho de Omar Wenning e também o Sindicato Rural de Manoel Viana, que tem como presidente, Caio Nemitz, entre outras empresas e entidades. Confira a lista de ônibus que serão disponibilizados:

Sindicato Rural de Tapes – 1 ônibus
Sindicato Rural de Passo Fundo – 1 ônibus
Sindicato Rural Cruz Alta – 1 ônibus
Sindicato Rural Manoel Viana – 1 ônibus
Sindicato Rural de Santa Bárbara do Sul – 1 ônibus
Agropecuária Sobradinho – 1 ônibus
Sementes Falcão – 1 ônibus
Sementes Webber – 1 ônibus
Três Tentos – 1 ônibus
Sindicato Rural de São Luiz Gonzaga– 1 ônibus
Cássio Bonoto/ EdimarCeolin (Santiago) – 1 ônibus

BOX
Santiago e os municípios de São Franscico de Assis, Unistalda, Bossoroca, Itacurubi, Nova Esperança do Sul, Jaguari e Capão do Cipó somam 225 mil hectares de lavoura de soja, segundo dados do IBGE. Com o desconto do Funrural, deixam de circular na economia da região, em torno de 12 milhões.
Texto: Carine Martins
Fotos: Divulgação

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top