terça-feira , 23 outubro 2018

Santiago: a TERRA do TINHA

Uma das principais obras deixadas pelo ex-prefeito Júlio Ruivo, os controladores de velocidade, instalados nas principais avenidas de acesso ao município foram retirados esta semana pela empresa Kopp, detentora dos equipamentos, depois que a atual administração não efetuou a renovação do contrato para a continuidade dos serviços prestados no combate à alta velocidade dos motoristas nas avenidas.
Segundo o secretário de Obras e Viação, Haroldo Pouey, as despesas com o aluguel dos 18 equipamentos instalados em Santiago se tornaram muito alto. Haroldo destacou que eram investidos R$ 300 mil ao ano em aluguel dos equipamentos, cerca de R$ 27 mil mensais. O secretário também destacou que será adquirido um radar móvel para controlar a velocidade dos veículos pela Guarda Municipal. Para o secretário, uma das maneiras, além do Radar Móvel será a colocação de lombadas, que segundo ele é em últimos casos, porque ela se torna incômoda aos motoristas que trafegam em velocidade compatível com a via.
Santiago mais uma vez dá um passo para trás, com uma ideia retrógrada da atual administração que ao invés de buscar formas para manter a estrutura que está montada, usa a forma mais simples, termina com tudo.
Final de semana está chegando, pista limpa para os amantes da velocidade, nas vias de acesso a Santiago.

Todos os controladores de velocidade foram retirados

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top