terça-feira , 30 novembro 2021

Santiago ganha delegacia especializada no combate de crimes rurais e abigeato

A terça-feira, 24 de abril, foi muito importante e histórica para a Polícia Civil e produtores rurais de Santiago e da região, nesse dia aconteceua inauguração da Delegacia de Polícia Especializada em Crimes Rurais e de Abigeato (Decrab), no prédio da 21ª Delegacia de Polícia Regional, no Centro de Santiago.

A cerimônia de inauguração contou com autoridades locais, regionais e estaduais, com a presença do Secretário de Segurança Pública do Estado, César Schirmer;do Chefe da Polícia Civil do RS, Delegado Emerson Wendt; o Chefe do Estado-Maior da Brigada Militar, Coronel Julio Cesar Rocha Lopes; o Deputado Estadual Miguel Bianchini e o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Marco Peixoto, que foram recepcionados pelo Delegado de Polícia Regional, Charles Dias do Nascimento e pelo Delegado de Polícia Titular da Decrab Santiago, Guilherme Milan Antunes.

A Decrabfoi montada com auxílio de um grupo autônomo de produtores rurais, os quais doaram R$ 60 mil para estruturar a referida delegacia. O valor foi utilizado para a aquisição de mobiliário, computadores, impressoras, climatização, instalação elétrica, entre outros materiais. 

A nova delegacia inicia suas atividades em Santiago com uma equipe dequatro agentes, chefiados pelo Delegado Guilherme Milan Antunes, mas com abrangência estadual e trabalho em conjunto com a sede de Bagé, totalizando um grupo de ação composto por dez agentes e três delegados de polícia. A Decrab Santiago atenderá pelo telefone (55) 3249-9230.

Os índices de abigeato diminuíram 25,5% em todo o estado no último ano, com relação a 2016. Conforme a SSP, a redução está diretamente relacionada ao trabalho desenvolvido pela força-tarefa da Polícia Civil e pelas patrulhas rurais da Brigada Militar. 

Conforme o secretário de Segurança, César Schirmer, setores como o agronegócio demandam atenção especial, como iniciativas alinhadas as suas demandas específicas. “A PC vem desenvolvendo um excelente trabalho com as delegacias especializadas em crime de lavagem de dinheiro. A intenção do governo agora é replicar esta experiência no combate aos crimes do campo. Estamos atendendo a um anseio daqueles que, historicamente, contribuíram com o desenvolvimento do RS”, afirmou. 

Emerson Wendtdestacou que, as sedes das Decrabs foram definidas em rigoroso estudo de viabilidade técnica, que leva em consideração fatores como o maior número de ocorrências, localização estratégica, mobilidade e logística. “O trabalho da força-tarefa identificou grupos criminosos especializados em agir no ambiente rural, nas suas mais diversas facetas. Animais, insumos e maquinário agrícola são roubados e furtados, cada um com um destino ou finalidade específica. Neste contexto, a criação das unidades especializadas representa um avanço significativo nos trabalhos de investigação”, comentou.

Criadas por decreto, assinado pelo governador em 31 de agosto de 2017, as Decrabs fazem parte de um esforço da Segurança Pública estadual em especializar as rotinas de investigação, visando à diminuição dos indicadores de criminalidade. As unidades vão exercer as atividades de polícia judiciária ligadas aos crimes de abigeato e demais delitos patrimoniais relacionados à atividade rural. Ainda serão instaladas outras três unidades, nos municípios de Camaquã, Cruz Alta e Rosário do Sul.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top