segunda-feira , 17 janeiro 2022

Uma nova Criança Feliz

Na tarde de terça-feira, 03, aconteceu a inauguração da sede própria da nova Escola Criança Feliz, que passa a ocupar as antigas instalações do Senai. Depois de 20 anos ocupando as dependências do Ginasião, a Escola Criança Feliz passa a ter a sua identidade própria.

O novo prédio oferece uma estrutura muito ampla, com salas para todas as oficinas, auditório, refeitório, áreas de lazer, espaço coberto e muito mais. Os cursos serão responsabilidade do Senac. Serão oferecidas aulas de robótica, educação financeira, empreendedorismo, educação digital, dicção e oratória, administração de conflitos, sustentabilidade e consumo consciente, teatro, judô, educação musical e muitos outros.

O número de alunos também será maior e em 2020 a escola passa a atender 480 alunos. “A Escola Criança Feliz, que vai ganhar uma nova metodologia, capaz de potencializar o futuro de nossos estudantes”, declarou o prefeito Tiago Gorski Lacerda. A escola Criança Feliz segue sob a direção da professora Andressa Gampert e a coordenação dos cursos é de Silvana Dichetti Madalozzo, do Senac.

Em entrevista ao jornal a A Folha a secretária de Educação, Mara Rebelo falou que a secretaria foi procurada por um grupo de pais da escola, juntamente com a direção e através de uma reunião no Gabinete do Prefeito, estes pais e professores pediram a possibilidade de estudo de um novo espaço para o Projeto Criança Feliz, tendo em vista que toda vez que tinha feiras, shows e outros eventos no ginasião, o projeto precisava ser suspenso.

Outro ponto destacado pelos pais é que a escola de turno oposto é de muita qualidade e importante, já isso possibilita que os pais possam estar inseridos no mercado de trabalho. Na mesma reunião os pais pediram uma nova metodologia para o projeto, o que foi atendido pela Administração.

Foi então que a Administração Municipal começou a estudar esta possibilidade e buscar possíveis lugares para uma nova instalação e também uma nova metodologia, onde o aluno possa construir o seu saber e que o professor apenas o auxilie. Foi então que surgiu uma parceria com o SENAC, onde foi construída uma proposta baseada nos anseios da direção e pais da escola.

“O Criança Feliz por si só precisa ser uma escola atrativa, uma escola onde o aluno deseje estar, por isso vamos inovar e nossas crianças sairão preparadas para a vida”, secretária de Educação, Mara Rebelo.

 

Fotos: Márcio Brasil/Site da Prefeitura de Santiago

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top