quarta-feira , 20 outubro 2021

URI Câmpus sob nova Direção

                             Rita Nicola, Claiton Ruviaro e Michele Beltrão, são os futuros diretores do Câmpus

Visando preencher vários cargos, ocorreu na segunda-feira, 11, a eleição na URI, com votação no câmpus e escola. O processo iniciou às 9h e encerrou às 21h. Logo após o encerramento, começou a apuração, que passou um pouco das 22h. 
A Chapa Única para a direção do câmpus de Santiago foi eleita para a gestão de quatro anos. A professora Michele Noal Beltrão, atual diretora acadêmica, assumirá como diretora geral; o professor Claiton Ruviaro, atual coordenador do curso de Agronomia, assumirá a direção acadêmica; já Rita Nicola, professora e RH da URI Santiago, será a diretora administrativa. Para o câmpus, de 808 votos no total, foram 759 válidos. A Posse dos coordenadores de cursos e áreas de conhecimento acontece dia 30 de junho. Já a posse das direções e reitoria será em 31 de agosto.
Para falar sobre esta importante conquista, o jornal A Folha entrevistou a equipe diretiva.
Michele Noal Beltrão, que assumirá como Diretora Geral, destacou que é um misto de felicidade e de desafio pelo novo que terá que ser desbravado. “Estivemos à frente da coordenação do curso de direito por oito anos e mais 08 anos na Direção Acadêmica. Acreditamos que serão ações diversas, mas a experiência, possivelmente, poderá nos auxiliar”, comenta.
Em relação aos projetos, a nova direção destaca que, inicialmente, serão levadas adiante as seguintes ações:

  1. a) capacitação de funcionários e docentes, conforme suas habilidades e competências dentro das necessidades da instituição;
  2. b) valorização profissional a partir da Avaliação Institucional e/ou Avaliação de Desempenho;
  3. c) consolidação dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação;
  4. d) criação de novos cursos desde que haja viabilidade econômica e demanda regional;
  5. e) aproximação da gestão com as coordenações de cursos e setores para mapeamento de necessidades e possibilidades;
  6. f) avançar em estudos de novas metodologias de ensino.

Ao serem questionados sobre o ensino à distância, os professores informam que por ora, o EaD está sendo estudado pelo Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (COMUNG), do qual a URI faz parte. Mas há, sim, uma possibilidade da URI estar inserida, em breve, no EaD, permanecendo com cursos em ensino presencial. 
Pretende, enquanto Diretora, buscar novos cursos para a universidade? Quais?
Em relação a novos cursos, a direção destaca que já está em fase de análise à implantação do Curso de Medicina Veterinária e o Curso de Educação Física – Bacharelado. “Ainda, aguardamos tramitação final junto à CAPES do Mestrado em Ciências Ambientais”, ressalta.
Os diretores também falaram sobre a Educação no Brasil, “acreditamos que a Educação do Brasil precise ser repensada e que os nossos governantes destinem mais recursos para o setor educacional. Ainda, percebemos que o ensino tradicional deva ser reestruturado para um ensino mais contemporâneo, contemplando as inovações tecnológicas e metodologias ativas, em que os alunos possam protagonizar no ensino-aprendizagem, com professores mediadores, nesse processo”.
– Nossa futura Diretoria de Câmpus, trouxe como slogan de Campanha “Diálogo e Profissionalismo Sempre”, por entendermos que é preciso trabalhar de forma coletiva, em equipes, que levem a Missão da URI, que é: “formar pessoal ético e competente, inserido na comunidade regional, capaz de construir o conhecimento, promover a cultura, intercâmbio, afim de desenvolver a consciência coletiva na busca contínua da valorização e solidariedade humanas” em todas as suas ações, destacando os princípios de gestão: ética, internacionalização, gestão democrática, sustentabilidade, inovação, qualificação institucional, vida e ambiente e desenvolvimento regional – destacou a futura direção.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top