Black Friday não decolou no Brasil neste ano

A Black Friday no Brasil não obteve o resultado esperado pelo varejo. A data é considerada uma das mais importantes para o setor, e a expectativa era de que poderia gerar um volume de vendas maior que em 2021, dando fôlego ao resultado das empresas. Entretanto, o varejo virtual registrou uma queda de 28% no seu faturamento em comparação com o do mesmo período de 2021, quando o setor já havia recuado 1%, conforme dados da Neotrust. Com pouco mais de R$ 3,1 bilhões em vendas, esse foi o pior resultado para a data no País desde que foi importada dos EUA, em 2010.
Segundo o levantamento, em comparação ao ano anterior, o comércio pela internet (e-commerce) no País também registrou queda no valor do tíquete médio de compras (5,9%), no preço médio (-17%), no número de pedidos (-23%) e na quantidade de produtos vendidos (-13,5%).
O estudo ainda apontou uma mudança no perfil de compras do consumidor neste ano. Um dos itens mais desejados pelos consumidores que aguardam pelos descontos da Black Friday, os celulares perderam 4,6% de participação no faturamento do e-commerce, enquanto itens de alimentação e bebidas subiram no ranking e chegaram ao quarto lugar em quantidade de pedidos.