sábado , 21 maio 2022

Escola Geraldina: 34 anos pela Educação

A Escola Geraldina Bitencourt Borges está completando 34 anos de história em Santiago, para falar desta caminhada o jornal A Folha conversou com a diretora Marta Frohnhofer Zambeli, com a vice-diretora Silvana Minussi Carlosso e a Coordenadora Pedagógica Liane Bolsan Sagrilo.

Conforme Marta, ela acompanha o desenvolvimento da escola desde 2004, em 2008 participou da coordenação da instituição, depois passou pela vice-direção e hoje está como diretora da Escola.

O nome da escola foi uma homenagem a professora e mãe do ex-vereador João Batista Bitencourt Borges, ela era uma pessoa que lutava sempre, inclusive pela criação da instituição no Bairro Riachuelo, a Dona Geraldina.

A Escola iniciou pequenininha, com um pavilhão, a biblioteca era em um galpão e aos poucos as coisas foram evoluindo, o quadro de recursos foi ampliado, assim como o número de alunos.

“Os professores têm uma formação adequada, para atender as suas disciplinas, isso é uma característica da rede municipal, todos os professores atendendo dentro da sua área, demostrando o crescimento na aprendizagem dos alunos e, é o que vem melhorando sempre na escola”, comentou Marta.

Conforme a diretora a escola tem como tema maior “Vida, Educação e Amor”, “desde que iniciamos, estamos sempre debatendo estas questões, nossos projetos estão sempre embasados nesse tema maior, porque nós acreditamos que são os três pilares que fazem a educação de uma escola”, ressaltou. Dentro desta ideia são realizados na escola, a cada dois meses, debates com um dos temas, pois estes envolvem valores éticos, cidadania, construção da aprendizagem, entre outros.

“Hoje vejo que é uma grande conquista, começamos aos poucos, trabalhar na direção de uma escola, não é nada fácil, estamos sempre recebendo desafios, mas tive um grande crescimento desde que eu comecei como coordenação, depois tendo a vice-direção, então isso me possibilitou ter o conhecimento de estar na direção da escola, cheguei aqui com o apoio dos colegas, esse apoio foi fundamental para estar aqui hoje e, o trabalho é assim, não é feito sozinho e sim feito em conjunto”, falou Marta, mostrando o seu amor e dedicação pelo trabalho que realiza juntamente com sua equipe na escola.

Para as professoras Marta, Silvana e Liane, os 34 anos da escola é uma conquista dos professores, do grupo da escola, é um trabalho sempre focado na aprendizagem dos alunos, fruto também de um trabalho muito bem realizado por todos.

Projetos estão sendo realizados na escola, um deles foi a Formação Continuada, onde foi debatido um tema muito importante, a inclusão, este tema era muito necessário ser estudado e debatido, para tranquilizar os professores, de como trabalhar com essas crianças.

Outro tema foi a Educação Instrumental, em que as professoras Silvana e Cláudia estão participando, o curso acontece durante todo este ano, e mostrará como esta prática deverá ser trabalhada em sala de aula. Outro tema foram as dificuldades de aprendizagem enfrentadas pelos professores em sala de aula, são debatidas ideias de como trabalhar em cada situação.

Para comemorar estes 34 anos, no dia 14 de maio, foram realizadas na escola várias atividades, como bolo de aniversário e parabéns, brincadeiras na quadra, presentes para a escola, apresentações de trabalhos, depoimentos dos alunos com o tema “Minha escola é uma” e, ainda teve torneio de integração, almoço para alunos, professores e funcionários.

jornal 2

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top