terça-feira , 27 setembro 2022

Os benefícios do sono para a saúde

Os benefícios do sono para a saúde

Aprendizagem continua enquanto dormimos
Nada melhor do que chegar em casa depois de um longo dia de trabalho e dormir, para acordar revigorado no dia seguinte.  Dormir menos que o recomendado entre 6 e 8 horas e,
acordar diversas vezes na noite com distúrbios de insônia e apnéia, podem causar malefícios no nosso organismo.
Veja alguns benefícios que o sono pode trazer para a nossa saúde:
Previne a obesidade, pois durante o sono o organismo produz um hormônio chamado leptina, capaz de controlar a nossa saciedade. Já as pessoas que tem dificuldades para dormir, produzem outro hormônio chamado grelina, substância essa que está relacionada à fome e a redução da energia. Pessoas que dormem entre 6h e 8h, queimam mais gorduras do que aquelas que dormem pouco, segundo a Universidade de Chicago.
Comprovou também que uma noite ininterrupta e de sono profundo, está relacionado a ótimos níveis de pressão arterial. A neurologista Rosa Hasan explica que uma noite mal dormida e a dificuldade descansar é equivalente a um estado de estresse, assim aumentando  a pressão sanguínea. Ela afirma que com o tempo  essa alteração que ocorre com a pressão sanguínea acaba se tornando permanente, gerando a hipertensão.
O sono fortalece a memória, com uma noite bem dormida as pessoas absorvem melhor as informações do dia-a-dia, isso ocorre porque durante o processo de descanso ocorre uma síntese de proteínas responsáveis pela conexão neural, gerando assim habilidades  e memória para o aprendizado.
Pessoas com diabetes e que tem o sono insuficiente, tem maior resistência a insulina, tornando assim difícil de lidar com o diabetes. Pesquisadores monitoraram o sono de 6 pessoas com diabetes por seis noites. Aqueles que tiveram o sono de má qualidade, tiveram
um aumento de 23% de glicose e 48% nos níveis de insulina. Assim concluiu que pessoas com diabetes tiveram 82% de resistência insulínica.
Uma noite de sono tranqüila diminui o risco de doenças cardiovasculares, dormir pouco causa um desequilíbrio na produção dos hormônios, condição que aumenta a produção de colesterol, derrames cerebrais e doenças cardiovasculares. Dormindo entre 6h e 8h por noite, você protege a sua saúde futura.
O sono colabora para o nosso desempenho no trabalho. Pessoas que não conseguem descansar de forma adequada, possui sintomas de sonolência durante o dia, irritabilidade, fadiga e com dificuldades de absorver informações e concentrar-se. O estresse no  trabalho pode levar muitas pessoas ao abuso de álcool e até mesmo de drogas, dificultando uma vida saudável de exercícios físicos e alimentação adequada, alerta o especialista em medicina
Daniel Inoue, do Hospital Santa Cruz.
Portanto, vamos  nos adequar a ter uma qualidade de sono melhor, para o bem de nossa saúde.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top