quinta-feira , 8 dezembro 2022

Santiaguense treina equipe para a Liga Nacional

Santiaguense treina equipe para a Liga Nacional

Aos 13 anos, Volmir Lima dos Santos, conhecido em Santiago por “Véio”, saiu de sua cidade natal no ano de 1985, para jogar no Rio de Janeiro, na equipe do Fluminense, pois foi convidado através da Copa Santiago para treinar nas categorias de base da equipe do Rio de Janeiro. Já em Santa Catarina, onde irá treinar a equipe de Jaraguá, ele é conhecido por “Fio”.
Além da equipe carioca, outras oportunidades surgiram, como a participação em times de futebol, Cruzeiro Santiago, Londrina, Grêmio Bagé, Inter de Santa Maria, Atlético de Carazinho e São Luís de Ijuí Futsal: Elase (Florianópolis), Pinheiro e Sercesa (Carazinho), Russo Preto (Não-Me-Toque), Ser Palmeiras (Palmeiras das Missões) Sac (Constantina), URI/Santiago (Santiago/RS) Reserg (Bento Gonçalves), Ipiranga (Frederico Westphalen), Atlântico (Erechim), Dom Bosco (Campo Grande) Inter (Porto Alegre), Tubarão/SC, Malwee (Jaraguá do Sul/SC).
Ao ser questionado, em quando parou de jogar, destacou que foi em 2007, após romper o ligamento do joelho direito, “estava jogando na Malwee e ainda tinha condições físicas e convites para continuar jogando, mas neste momento recebi o convite do meu então treinador, Fernando Ferreti para trabalhar com as categorias de base da equipe de Jaraguá, como queria muito continuar na área esportiva, principalmente no futsal e já estava estudando para isto, pensei ser prudente dar início a carreira neste momento” contou.
Depois de parar de atuar, Volmir, continuou na área esportiva, mas agora como técnico, iniciou em 2008, como Auxiliar Técnico da Equipe Juvenil da Malwee, em 2011 foi treinador da equipe feminina de Jaraguá e em 2012/2013 foi convidado para treinar a primeira equipe adulta na cidade de Itajaí/SC, nos anos de 2014/2015/2016 treinou a equipe de Araquari, também no estado de em Santa Catarina.
Volmir é formado e pós-graduado em Educação Física e, além disto, estou sempre procurando aperfeiçoamentos, já fez vários cursos com os grandes mestres do futsal da atualidade.
Morando em Jaraguá desde 2004, ele concilia suas funções de técnico com a de professor na escola marista da cidade, “acredito que pelo meu envolvimento com a comunidade e por ter realizado um bom trabalho, com títulos significativos nas cidades vizinhas, o convite surgiu. Confesso que a princípio fui pego de surpresa, devido minha curta carreira de treinador, mas estou confiante na equipe que montamos e ciente da responsabilidade que a mim foi dada”, destacou Volmir, ao falar sobre seu desafio de treinar a equipe na Liga Nacional.
Sobre suas expectativas para disputar a Liga Nacional e quando começa ressaltou que iniciará no dia 14 de abril, contra a ACBF (Carlos Barbosa), jogo este que será transmitido pela Sportv

Quem irá participar da Liga Nacional:

 Rio grande do sul:
 ACBF (Carlos Barbosa)
 Atlântico (Erechim)
 ASSOEVA (Venâncio Aires)
 Flores da Cunha (Flores da Cunha)

 Paraná:
 Copagril
 Guarapuava
 Marreco futsal
 Pato branco
Foz do Iguaçu

 Santa Catarina:
 Concórdia
 Tubarão futsal
 Jaraguá
 Joaçaba
 Joinville
 Floripa futsal

 São Paulo:
 Magnus futsal
 Corinthians

 Minas gerais:
 Intelli (são Sebastião dos Paraísos)
 Minas (Belo Horizonte)

Alguns títulos conquistados:
Pentacampeão – Taça Libertadores da América
Tricampeão Liga Nacional (como atleta)
Campeão Liga Nacional (comissão técnica)
Pentacampeão – Taça Brasil de clubes
Tetracampeão Catarinense de Futsal
Bicampeão Superliga de Futsal
Bicampeão Gaúcho de Futsal

Volmir comenta que todas as equipes são muito fortes e muito bem preparadas para disputador um campeonato do nível que é a liga, “estou confiante na minha equipe, os recursos disponibilizados para este ano foram poucos, mas conseguimos motivar os atletas para disputar de igual para igual com equipes que possuem grandes investimos e, possuímos uma história de muita tradição no cenário mundial isso também nos favorece juntamente com a torcida e a maior arena de futsal do país”, frisou.
Para o futuro, Volmir pretende continuar se aperfeiçoando e buscando a cada dia seu espaço dentro do cenário esportivo, que é o que gosta e sabe fazer. Volmir é casado com Fabiane há 20 anos e tem um filho de 13 anos, Thayssan, que este ano voltou a morar no Rio Grande do Sul para treinar no grêmio, “estou muito orgulhoso do meu pequeno que parece ter herdado o gosto pelo esporte”, falou.
Para finalizar, Volmir deixou uma mensagem a sua cidade, Santiago, “vou a Santiago todos os anos, tenho aí meu pai, meu irmão mais novo, familiares e muitos amigos, sinto falta da minha terrinha e por onde ando conto os causos pitorescos que só existem aí, espero em breve comer uma carne e tomar um chimarrão com a turma e, quem sabe jogar uma bolinha e matar as saudades dos amigos, me orgulho muito de onde nasci com quem me criei, onde tudo começou sendo sempre uma pessoa honesta, sincera, alegre, trabalhador, responsável e gaúcho de Santiago do boqueirão “quem não é bandido é ladrão com muito orgulho espalho por todos os lugares que ando”.
foto principalfoto principal 3

 

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top