quarta-feira , 20 outubro 2021

Missão cumprida

Tenente Coronel Cogo deixa o comando do HGuSt

Entrevista Cogo I

O Tenente Coronel Cogoconversou com a reportagem do jornal A Folha falou sobre sua passagem pelo comando do Hospital Militar da Guarnição de Santiago. “Comecei servindo em São Borja, minha cidade natal, fui para a escola de saúde e de lá vim para Santiago e, nunca mais saí, cidade onde me encontrei e sou muito feliz aqui”, comentou.
Coronel Cogo, assumiu a direção do HGuSt no dia 13 de janeiro de 2015 e, exatamente dois anos depois, no dia 13 de janeiro de 2017, deixa a direção e as atividades militares.Cogo falou que foi uma grande alegria assumir a direção do hospital, “cheguei desde a época da escola de saúde, em 1998 e servi mais de 18 anos, nesta instituição, cheguei como tenente e passei por todos os postos aqui, fui promovido a capitão, major e a tenente coronel e estou feliz por estar encerrando minha carreira militar no comando do hospital”, comentou.
Alvimar José de Moraes Cogo, fala com muito carinho da instituição, na qual atuou por muitos anos, sendo dois deles como diretor. Destacou que foram dois anos de muito trabalho e dedicação. Cogo contou que por ser muito amigo das pessoas, muitos diziam que isto seria um empecilho para ele atuar na direção. “O fato de eu conhecer o hospital, a cidade, as pessoas me ajudou muito, mesmo muitos achando que seria um empecilho o fato de eu ser muito amigo das pessoas, que talvez eu tivesse dificuldade na hora do relacionamento, ao impor a disciplina, mas para mim foi algo muito prazeroso, não tive dificuldade em gerenciar pessoas”, destacou.
O coronel comentou que todas as pessoas que lá trabalham são seus amigos, nunca o colocaram em cheque, ou seja, a amizade não interferiu nas suas funções dentro da instituição, foi realizado um excelente trabalho em conjunto.
Conforme o Coronel Cogo, o hospital está crescendo a cada dia, várias melhorias foram feitas e segundo ele, o hospital só existe pelo excelente trabalho realizado pelo seu corpo clinico, enfermeiros, colaboradores ao atendimento aos pacientes. “A maior obra que quero deixar aqui não é nenhuma parede, pintura, mas o nosso bom atendimento aos pacientes, humanizado, com carinho, respeito e educação”, frisou. De acordo com Cogo, o bom atendimento sempre era pedido em todas as reuniões, poderia faltar remédios exames e até paredes, mas carinho e educação não podem faltar com os usuários e sua satisfação é ver as pessoas agradecendo pelo serviço prestado a elas.
Durante este período, além de priorizar sempre o bom atendimento, várias melhorias foram realizadas no hospital.Foi concluída a construção da odontoclínica, um espaço moderno, com seis salas de dentistas, um pequeno bloco cirúrgico na clínica, dentro das normas da ANVISA. Todos os apartamentos foram reformados, agora estão climatizados, adaptados para cadeirantes. A farmácia foi reformada para melhor atender, foi realizado um trabalho de paisagismo, deixando o ambiente mais agradável, o asfalto foi trocado, porque era antigo e estava degradado. Todos os investimentos foram realizados, para melhorar ainda mais o atendimento aos usuários.
Outro grande legado, deixado pela administração do Coronel é a obra do Centro Cirúrgico, o qual é um sonho muito antigo. Conforme ele, o espaço existente é muito acanhado, e existe desde quando o hospital foi construído, há 70 anos. Este era um sonho do Coronel Cogo, que por muito tempo lutou para conseguir realizar a obra, o coronel Lomba, o qual foi seu antecessor, apoiou a ideia e começou o projeto, entregando-o pronto, e na gestão do coronel Cogo, foi dado prosseguimento ao projeto, conseguido recursos e neste ano a obra será iniciada, a obra está orçada em mais de dois milhões de reais.
No lugar do Tenente Coronel Cogo, assumiu o também Tenente Coronel e médico Robson Luiz Pereira Faria, vem de Fortaleza no Ceará e é natural de Belém do Pará, vai ser a primeira vez que vai prestar serviço militar no Sul. O novo diretor veio juntamente com sua esposa e já estão se adaptando a cidade.
A Solenidade de passagem de Comando foi marcada por muita emoção, principalmente entre os familiares do Dr. Cogo. Em seu pronunciamento de despedida, ressaltou o orgulho de ter vestido a verde-oliva, disse que procurou sempre defender e honrar a pátria. Aos colegas e amigos do HGuSt, destacou o companheirismo e a família que foi criada ao longo dos anos na instituição de saúde. Ressaltou também a importância dos seus superiores, e destacou a confiança que foi depositado na sua pessoa. Agradeceu ao seus familiares pelo apoio, que durante todos esses anos nas quais não tinha dia nem horário para estar de prontidão ao atendimento aos pacientes do HGuSt. Por fim, agradeceu ao carinho que recebeu da “Terra dos Poetas”, sendo hoje sua terra natal de coração.
Tenente Coronel Cogo deixou o comando do hospital militar e encerrou a sua carreira militar. Cogo tem residência fixa em Santiago onde seguirá atendendo como médico. Além de Santiago, o Dr. Cogo também atende no município de Unistalda.

Texto: Carine Martins
Fotos passagem: Claudio Irion
Foto Cogo: Carine Martins

123123132Momento da passagem de comando

3244Cogo juntamente com a esposa e os filhos

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top