domingo , 17 fevereiro 2019

Projetos de Santiago são premiados

A 21ª edição do Seminário Institucional de Iniciação Científica realizada na URI Santo Ângelo dias 22 e 23, teve um momento especial que reuniu acadêmicos e professores no auditório do prédio 13, no final da tarde de quinta-feira: a premiação dos trabalhos.

A mesa de trabalhos da cerimônia foi integrada pelo Pró-Reitor de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação Giovani Palma Bastos; o Diretor-Geral do Câmpus Santo Ângelo, Gilberto Pacheco; o Diretor-Acadêmico, Marcelo Stracke; o Coordenador do CIAP de Santo Ângelo, João Carlos Krause; a Coordenadora do CIAPEX de Santo Ângelo, Daniela Pereira Gonzalez e a Coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa Lizete Dieguez Piber.

siic

O Diretor Marcelo Stracke fez o encerramento agradecendo a todos pelo empenho em realizar o evento, classificado como de alto nível e desenvolvido dentro do planejado. “Agradecemos a cada câmpus da URI, parceiros de todos os momentos, que contribuíram para cumprir à risca um cronograma exigente”.

Os critérios de avaliação dos artigos inscritos envolvem mérito acadêmico e relevância social; inovação; aplicabilidade a curto, médio ou longo prazo; viabilidade econômica e técnica de implantação das ações semelhantes na região de abrangência da URI.

Os quinze acadêmicos que subiram ao palco por terem se destacado são:

Natana Fussinger – orientada pela professora Alessandra Tiburski Kink, com o trabalho “Contação de histórias: Um passaporte para o imaginário da literatura infantil”, do câmpus de Frederico Westphalen.

Graciéla Poncio de Souza, orientada pela professora Maria Thereza Veloso, com o trabalho “URIemCENA: Linguagem, Corpo e Arte”, do câmpus de Frederico Westphalen.

Maiara da Costa Ramos, orientada pela professora Michele Noal Beltrão, com o trabalho “Projeto Aprendizado Jurídico: Articulação Multidisciplinar em Direitos Humanos”, do câmpus de Santiago.

Alexandre Leidens, orientado pelo professor Paulo Marçal Mescka, com o trabalho “O Ensino de Gramática Reflexiva”, do câmpus de Erechim.

Carla Peron, orientada pelo professor Leandro Greff da Silveira, com o trabalho “A experimentação em Química como ferramenta de ensino na formação dos estudantes do Ensino Médio”, do câmpus de Frederico Westphalen.

Crischima Lunardi Vacht, orientada pela professora Sandra Ost Rodrigues, com o trabalho “Cuidado qualificado às pessoas com estomias- Desafio para a Enfermagem: Relato de experiência”, do câmpus de Santiago.

Carla Siqueira Flores, orientada pelo professor Carlos Oberdan Rolim, com o trabalho “Disseminação da cultura empreendedora aos estudantes do Ensino Médio”, do câmpus de Santo Ângelo.

Adriana Paula Giehl Adams, orientada pelo professor Fabio Germano Nedel, com o trabalho “Comparação de custos das cestas básicas tradicional e saudável ofertadas pelos supermercados de Cerro Largo/RS”, da extensão de Cerro Largo.

Gustavo Teixeira, orientado pela professora Cristina Paludo Santos, com o trabalho “Conversor Braile: novas possibilidades para o processo de alfabetização de crianças com deficiência visual”, do câmpus de Santo Ângelo.

Julia Livia Nonnenmacher, orientada pela professora Silvane Souza Roman, com o trabalho “Estimulação de ovulação pela espinheira-santa (Maytenus officinalis Mabb.) em ratas Wistar”, do câmpus de Erechim.

Patrick Bade Batista, orientado pelo professor Flávio Kieckow, com o trabalho “Estudo da influência da SiO2 sobre as propriedades mecânicas do UHMW”, do câmpus de Santo Ângelo.

Damaris Indiara saraiva, orientada pela professora Vivian polachini Zanardo, com o trabalho “Perfil nutricional de idosos com síndrome metabólica, participantes de grupos de convivência”, do câmpus de Erechim.

Raiziane Cássia Freire da Silva, orientada pela professora Rosane Maria Seibert, com o trabalho “Governança: os diferentes mecanismos de controle para organizações com e sem fins lucrativos”, do câmpus de Santo Ângelo.

Janaíne Souza Gazzola, orientada pela professora edite Maria Sudbrack, com o trabalho “O IDEB e a avaliação em larga escala: uma análise das escolas da rede pública de Frederico Westphalen”, do câmpus de Frederico Westphalen.

Jéssica Casarin, orientada pela professora Luana Teixeira Porto, com o trabalho “Leitura e ensino de Literatura Brasileira: um olhar crítico sobre livros didáticos do PNLD para o ensino”, do câmpus de Frederico Westphalen.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top